ANALYSIS OF THE CURRENT SITUATION OF IRREGULAR DWELLINGS IN THE BLACK LAND NEIGHBORHOOD OF MANACAPURU-AM: CAUSES AND CONSEQUENCES

Main Article Content

ALEXANDRA AMARO DE LIMA
Mitriane Gomes de Souza
Anne Kellen Batista Martins
Igor Felipe Oliveira Bezerra

Abstract

The present work aimed to perform an analysis of the current situation of irregular dwellings in the black earth neighborhood of Manacapuru-AM using geotechnologies. The methodology consists in identifying the irregular occupations of the neighborhood, and demonstrating the problems encountered as well as the possible solutions. The information obtained was used to generate the diagnostic maps to analyze the characteristics of irregular dwellings and if they have water and sewage network, waste collection, junk dump and drainage network, because it is a simple technique, it is possible to be used in other neighborhoods of Manacapuru, being extremely important in helping public policy planning and environmental monitoring.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
AMARO DE LIMA, A., Gomes de Souza , M., Batista Martins, A. K., & Oliveira Bezerra, I. F. (2019). ANALYSIS OF THE CURRENT SITUATION OF IRREGULAR DWELLINGS IN THE BLACK LAND NEIGHBORHOOD OF MANACAPURU-AM: CAUSES AND CONSEQUENCES. International Journal for Innovation Education and Research, 7(11), 146-158. https://doi.org/10.31686/ijier.Vol7.Iss11.1866
Section
Articles

References

ALENCAR, F. M. S.; BANDEIRA, A. P. N.; RIBEIRO, S. C. Mapeamento de áreas de risco geomorfológicos no distrito do Caldas-Barbalha-CE: caso do núcleo urbano do Sítio Riacho do Meio. Revista Geoaraguaia, v. 8, n. 2, 2018.
ALMEIDA, M. P.; TRINDADE, F. C. Crescimento urbano x área não edificantes: uma análise das ocupações irregulares da cidade de Manhuaçu. III Seminário Científico da FACIG, e II Jornada da Iniciação Científica. 09 e 10 de novembro de 2017.
ARRUDA, S. N.; LUBAMBO, C. W. Entre a cidade informal e a cidade formal: a regularização fundiária como instrumento de inclusão dos invisíveis sociais na comunidade de roda de fogo no município do recife. 2018.
COSTA, D. C. M. “Não é bem assim!! vamos falar de moradia!”: Análise da Política Habitacional no Brasil. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Norte. 2018.
FREIRE, L. M.; LIMA, J. S.; SILVA, J. N. Riscos geológicos em áreas urbanas: implicações socioambientais em duas cidades paraenses. Revista GeoAmazônia, v. 6, n. 11, p. 273-292, 2018.
FREITAS, F. R.; CAPETI, K. G.; SAMPAIO, C. R. Uso e ocupação dos manguezais da área urbana de Paranaguá: uma abordagem histórica e socioambiental. Unisanta BioScience, v. 6, n. 2, p. 93-100, 2017.
GUERRA, Camila Piqui. Conflitos de uso e ocupação do solo em áreas de preservação permanente no munícipio de Jiquiriçá-BA. 2017. Disponível em:repositoriodigital.ufrb.edu.br/bitstream/123456789/1222/1/TCC%20_Final_CD.pdf/. Acesso em: 01 set. 2019.
LORENA, E.M.; BEZERRA, A. P. X. G.; SANTOS, I. G. S.; MEDEIROS, R. M.; ROLIN NETO, F. C.; HOLANDA, R. M. Cálculo da Evolução Temporal de área degradada às margens do rio Tapacurá na zona da mata de Pernambuco. Journal Enviromemtal Analsys and Progess. v. 3, n. 1, 173-180, 2018.
MARTINS, E. L. S. Diagnostico ambiental da bacia hidrográfica do córrego Grotão, Ceilândia – DF. 2014. Dissertação de Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável) Universidade de Brasília, Brasília, 2014.
MARTINS, Maria Lucia Refinetti. Globalização, informalidade e regulação em
PEREIRA, J. B. M. Avaliação de ocupações irregulares nas áreas de preservação permanente no Município de Nísia Floresta. 2019. 22f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Ambiental) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
PEREIRA, J. C. D. Aplicação do modelo hidrossedimentológico AVSWAT na bacia hidrográfica do Ribeirão da Cachoeirinha–MG. 2010. Dissertação de Mestrado em Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2010.
PERIN, L. T. Uso do Modelo QUAL–UFMG no estudo da qualidade da água e da capacidade de Autodepuração do Rio Km119 – Campo Mourão – PR. 2013. Trabalho de Conclusão em Engenharia Ambiental – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2013.
REIS, Paula Graziela. O plano diretor como instrumento jurídico de planejamento urbano para o desenvolvimento das cidades. 2019.
Serviço Geológico do Brasil-CPRM. SETORIZAÇÃO DE RISCOS GEOLÓGICOS- MANACAPURU- Disponível em: https/www. Cprm.com.br/publique/ acesso: 10/09/2019

SILVA, F. A. Proposição de Metodologia em Suporte à Avaliação do Impacto do Uso e Ocupação do Solo na Desconformidade da Qualidade da Água em Pequenas e Microbacias Hidrográficas Rurais. Dissertação de Mestrado em Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo. 2018

SILVA, M.S.; LEMOS, S. S.; MORAES, A. B. Uso de geotecnologias para delimitação de Áreas de Preservação Permanente e análise das áreas de conflito de uso e ocupação do solo na zona urbana do município de Mãe do Rio–PA. v. 1, 2018.

TASCA, F. A., FINOTTI, A., POMPÊO, C. A., e GOERL, R. F. O papel da drenagem urbana na prevencao de desastres hidrologicos na bacia hidrografica do rio Itajai Acu. Revista brasileira de cartografia, 69(1

DB Error: Unknown column 'Array' in 'where clause'