Liability in Civil and Environmental Subjects for Carbon Capture and Storage (CCS) Activities in Brazil

Authors

  • Raíssa Musarra IEE/USP
  • Silvia Andrea Cupertino IEE/USP
  • Hirdan Costa IEE/USP

DOI:

https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss10.1799

Keywords:

Environmental Liability, Environmental responsibility, Carbon Capture and Storage (CCS), Carbon Capture, Transport and Storage

Abstract

This article intends to organize and understand the theories and norms related to civil and environmental liability in the Brazilian legal system and its relations with the potential implementation of CCS (Carbon Capture, Transport and Storage) projects in Brazil. Thus, in view of the protection of the environment, safeguarded as a Brazilian constitutional norm and related normative organization, the questions concerning civil and environmental liability are introduced. In addition, international guidelines on the subject in selected country standards are exposed through the composition criteria of the International Energy Agency (IEA) CCS normative repository. Then, notes are made on the fundamental importance of Civil and Environmental Liabilities in the prevention and control of environmental accidents, social risk management and safety in storage and carbon activities, as well as conclusions drawn from the current scenario of Brazilian Environmental Law.

 

Downloads

Download data is not yet available.

References

[1] ANP, Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Resolução ANP nº 46 de 01 de novembro de 2016. Aprova o Regime de Segurança Operacional para Integridade de Poços de Petróleo e Gás Natural. Disponível em: <http://nxt.anp.gov.br/NXT/gateway.dll/leg/resolucoes_anp/2016/novembro/ranp%2046%20-%202016.xml?f=templates&fn=document-frameset.htm>. Acesso em 10 dez. de 2017.

[2]____________. Glossário do Anuário Estatístico Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Rio de janeiro: ANP, 1997. Disponível em: <www.anp.gov.br/wwwanp/?dw=82255>. Acesso em 10 dez. 2017.

[3]____________. Resolução ANP nº 27 de 18 de outubro de 2006. Aprova o Regulamento Técnico de Desativação de Instalações e especifica condições para devolução de áreas de concessão na fase de produção. Disponível em: <http://nxt.anp.gov.br/NXT/gateway.dll/leg/resolucoes_anp/2006/outubro/ranp%2027%20-%202006.xml?f=templates$fn=document-frame.htm$3.0$q=$x=$nc=7537>. Acesso em 10 dez. de 2017.

[4] BENSON, S.M. Lessons Learned from Natural and Industrial Analogues: Carbon Dioxide Capture for Storage in Deep Geologic Formations—Results from the CO2 Capture Project, Vol. 2. London: Elsevier Publishing, 2005. p. 1133-1141.

[5] BEZERRA, Fabiano César Petrovich; Cabral, Indhira; Evaristo, Michelle. Tipos de Sanções – Efetividade das Sanções Patrimoniais e Administrativas ao Dano Ambiental – Concomitância de Punições Aplicação à Indústria de Petróleo e Gás. In: Direito Ambiental aplicado à indústria do Petróleo e Gás Natural, Nobre Júnior, Edilson et al, Fundação Konrad Adenauer, 2005.

[6] BRASIL. Constituição Federal da República do Brasil, 1988. Available in:: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/ConstituicaoCompilado.htm. Access in: 12 sep. 2018.

[7] BRASIL. Lei da Política Nacional do Meio Ambiente de 1981. Available in:: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938.htm, 1981. Access in: 12 sep. 2018.

[8] BRASIL. Lei de Introdução às normas do Direito Brasileiro, 2012. Available in:: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Decreto-Lei/Del4657compilado.htm. Access in: aug. 2018.

[9] BRASIL. Lei Federal n. º 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Brasília: Casa Civil, 2002. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10406.htm>.

[10] BUI, Mai et al, 2018. Carbon capture and storage (CCS): the way forward. In. Energy Environ. Sci., 2018, 11, 1062.

[11] CAVALIERI FILHO, Sergio. Programa de Responsabilidade Civil. 8. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 2008.

[12] CCME, Canadian Water Quality Guidelines for the Protection of Aquatic Life SALINITY (Marine) https://www.ccme.ca/files/ceqg/en/backup/209.pdf.

[13] COELHO, F. U.. Curso de Direito Civil: Obrigações e Responsabilidade Civil. 5ª edição, São Paulo: Saraiva, 2012.

[14] COLOMBO, S.. O princípio da precaução no Direito ambiental. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, [S.l.], v. 14, set. 2012. ISSN 1517-1256. Disponível em: <https://www.seer.furg.br/remea/article/view/2889>. Acesso em: 10 dez. 2017.

[15] COSTA, Hirdan Katarina de Medeiros; SANTOS, M. M. ; MATAI, P. H. L. S. . Questões ambientais e Licenciamento ambiental - Cap. 17. In: José R. Simões Moreira. (Org.). Energias Renováveis, Geração Distribuída e Eficiência Energética.. 1ed.Rio de Janeiro: LTC editorial - Grupo GEN, 2017, v. 1, p. 354-367.

[16] COSTA, Hirdan Katarina de Medeiros. Princípio da Justiça Intra e Intergeracional e o Art. 225 da Constituição Federal de 1988. In: Hirdan Katarina de Medeiros Costa; Mariana Fernandes Miranda. (Org.). Temas de Direito Ambiental: 30 anos da Constituição. 1ed.Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2018, v. 1, p. 151-172.

[17] COSTA, Hirdan K. de M.; MIRANDA, Mariana F.; MUSARRA, Raíssa M. L. M. M.; SANTOS, Edmilson M. dos. Environmental License for Carbon Capture and Storage (CCS) Projects in Brazil. Macrothink Institute, Journal of Public Administration and Governance ISSN 2161-7104 2018b, Vol. 8, No. 3.

[18] COSTA, Hirdan K. de M.; MUSARRA, Raíssa M. L. M. Salt Cave and Experimental Activity of CCS (Carbon Capture and Storage) in Brazil (mimeo), 2018.

[19] COSTA, Hirdan K. de M.; MUSARRA, Raíssa M. L. M; MIRANDA, Mariana F. The main environmental licensing requirements on CCS activities in Brazil. Sustainability & Development Conference, SDC 2018 Annual Meeting, University of Michigan, EUA, 2018c.

[20] COSTA, Sildaléia Silva. Seguro Ambiental: garantia de recursos para reparação de danos causados ao meio ambiente. Orientador: Prof. Dr. José Aroudo Mota Tese de Doutorado Brasília-DF, UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CENTRO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL outubro/2011.

[21] COTTA, Michele Karina et al. Análise econômica do consórcio seringueira-cacau para geração de certificados de emissões reduzidas. Rev. Árvore [online]. 2006, vol.30, n.6 [cited 2019-10-08],pp.969-979. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100- 7622006000600012&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000600012.

[22] COUTO E SILVA, C.. Principes fundamentaux de la responsabilité civile en droit brésilien et comparé, p. 9. s.d.

[23] DINIZ, M. H.. Curso de Direito Civil Brasileiro: Responsabilidade Civil. Volume 7. 26ª edição. São Paulo: Editora Saraiva, 2012.

[24] DOURADO, Maria de Fátima Abreu Marques. Responsabilidade civil ambiental. Disponível em:https://jus.com.br/artigos/7689/responsabilidade-civil-ambiental.

[25] DOWER, N. G. B.. Curso Moderno de Direito Civil. 3ª edição. Editora Nelpa; São Paulo, 2007.

[26] EPA, United States Environmental Protection Agency. Carbon Dioxide Capture and Sequestration. Washington: EPA, 2016. Disponível em: <https://www.epa.gov>. Acesso em 03 dez. de 2017.

[27] FIORILLO, C. A. P.. Curso de Direito Ambiental. 17ª edição. São Paulo: Editora Saraiva, 2017.

[28] GAGLIANO, P. S.; PAMPLONA FILHO, R. Novo Curso de Direito Civil: Responsabilidade Civil – Volume III. 8ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010.

[29] GOSAC, Relatório PH4 / 37, Agência Internacional de Energia, Programa de Pesquisa e Desenvolvimento de Gases de Efeito Estufa, Cheltenham, Reino Unido, 2004; 96 pp.

[30] IEA, International Energy Agency. Carbon Capture and Storage. Available at: https://www.iea.org/topics/carbon-capture-and-storage/. Accessed on: 07 Sep. 2018.

[31] IPCC, 2018. Global warming of 1.5°C. An IPCC Special Report on the impacts of global warming of 1.5°C above pre-industrial levels and related global greenhouse gas emission pathways, in the context of strengthening the global response to the threat of climate change, sustainable development, and efforts to eradicate poverty. Summary for Policymakers.

[32] INTERNATIONAL ENERGY AGENCY, IEA. Agência Internacional De Energia. Captura e Estocagem de Carbono. Available in: https://www.iea.org/topics/carbon-capture-and-storage/. Acesso em: 07 set. 2018.

[33] KETZER, J. M. Medina et al. Atlas brasileiro de captura e armazenamento geológico de CO2 = Brazilian atlas of CO2 capture and geological storage – Porto Alegre: EDIPUCRS, 2016.

[34] LEITE, Jose Rubens Moratto. Aspectos Processuais do Direito Ambiental. Rio de Janeiro: forense Universitária, 2004.

[35] MACHADO, Paulo Affonso Leme. Direito ambiental brasileiro. 18º ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2010.

[36] MAIA, Álvaro. Central Co2 Disposal Station of Santos Basin, mimeo. Set. 2018.

[37] MILARÉ, Edis. Direito do Ambiente: a gestão ambiental em foco: doutrina, jurisprudência, glossário. 6. ed. São Paulo: Ed. Revista dos Tribunais, 2009.

[38] MIRANDA, P. de. Direito das obrigações: direito de obrigações, fatos ilícitos absolutos. Atualizado por Rui Stoco – São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2012. p. 93.

[39] MIRRA, Álvaro Luiz Valery. Responsabilidade civil ambiental e a reparação integral do dano, Conjur, 2016. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2016-out-29/ambiente-juridico-responsabilidade-civil-ambiental-reparacao-integral-dano.

[40] MMA, Ministério do Meio Ambiente. Efeito estufa e aquecimento global. Available in: http://www.mma.gov.br/clima/energia/item/195-efeito-estufa-e-quequecimento-global. Access in jun de 2019.

[41] MONTEIRO, W. B. Curso de Direito Civil: Direito das Obrigações. 37ª edição. São Paulo: Saraiva, 2010. p. 603.

[42] MORAIS, R. F. V.; REIS, D. F.; PEDROZA, D. C. Auditoria de Conformidade Legal: Compliance Ambiental na prática. 1. ed. RIO DE JANEIRO: LUMEN JURIS, 2018. v. 300. 252p.

[43] MUSARRA, Raíssa Moreira Lima Mendes. Termo de Ajustamento de Conduta e Ação Civil Pública. Trabalho de Conclusão de Curso, Especialização em Direito Público, Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, 2009.

[44] NARDELLI, Aurea Maria Brandi e GRIFFITH, James Jackson. Mapeamento conceitual da visão de sustentabilidade de diferentes atores do setor florestal brasileiro. Rev. Árvore [online]. 2003, vol.27, n.2 [citado 2019-10-08], pp.241-256. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622003000200013&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622003000200013.

[45] NISHI, Marcos Hiroshi et al. Influência dos créditos de carbono na viabilidade financeira de três projetos florestais. Rev. Árvore [online]. 2005, vol.29, n.2 [citado 2019-10-08], pp.263-270. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622005000200009&lng=pt&nrmiso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622005000200009.

[46] NOVAES FILHO, João Paulo et al. Distribuição espacial de carbono em solo sob floresta primária na Amazônia meridional. Rev. Árvore [online]. 2007, vol.31, n.1 [cited 2019-10-08], pp.83-92. Available from:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622007000100010&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622007000100010.

[47] PEREIRA, C. M. S.. Instituições de Direito Civil: Volume III – Contratos. 15ª edição. Rio de Janeiro: Forense, 2011. p. 529.

[48] PEREIRA, C. M. S.. Instituições de Direito Civil: Volume III – Contratos. 15ª edição. Rio de Janeiro: Forense, 2011.

[49] POP, Anda. The EU Legal Liability Framework for Carbon Capture and Storage: Managing the Risk of Leakage While Encouraging Investment, 2018. Disponível em https://www.abdn.ac.uk/law/documents/ASLR_Vol6_Dec15_32-56_Pop.pdf

[50] REZENDE, D. Sequestro de carbono: uma experiência concreta. 2ª edição. Palmas: Instituto Ecológico, 2002.

[51] RIZZARDO, A. Responsabilidade Civil. 3ª Edição. Rio de Janeiro: Forense, 2007.

[52] ROMEIRO-CONTURBIA, V. R. D. S. Carbon Capture and Storage Legal and Regulatory Framework in Developing Countries: Proposals for Brazil. (2014) PhD Dissertation, Institute of Energy and Environment, University of São Paulo.

[53]SENADO FEDERAL. Entenda o PreSal. Disponível em https://www12.senado.leg.br/noticias/entenda-o-re/pre-sal. Acesso em junho de 2019.

[54] SETTE, Marli Teresinha Deon, Manual de Direito Ambiental. Curitiba: Juruá, 2013.

[55] SILVA, Rodrigo Firmino da et al. Projeção do estoque de carbono e análise da geração de créditos em povoamentos de eucalipto. Rev. Árvore [online]. 2008, vol.32, n.6 [cited 2019-10-08], pp.979-992. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622008000600003&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622008000600003.

[56] SOARES, Carlos Pedro Boechat and OLIVEIRA, Marcio Leles Romarco de. Equações para estimar a quantidade de carbono na parte aérea de árvores de eucalipto em Viçosa, Minas Gerais. Rev. Árvore [online]. 2002, vol.26, n.5 [cited 2019-10-08], pp.533-539. Available from:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-67622002000500002&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0100-6762. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622002000500002.

[57] TOZZI, Rodrigo Henrique Branquinho Barboza. As Teorias do Risco na Responsabilidade Civil Ambiental. Disponível em http://www.lex.com.br/doutrina_24857023_AS_TEORIAS_DO_RISCO_NA_RESPONSABILIDADE_CIVIL_AMBIENTAL.aspx

[58] UNFCCC - United Nations Framework Convention on Climate Change. Modalities and Procedures for Carbon Dioxide Capture and Storage in Geological Formations as Clean Development Mechanism Project Activities. http://unfccc.int/files/meetings/durban_nov_2011/decisions/application/pdf/cmp7_carbo n_storage_.pdf Last accessed in February, 2014.

[59] UNITED NATIONS ORGANIZATION, UN. ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Agenda 21), adotada de 3 a 14 de junho de 1992. Available: http://onu.org.br/rio20/img/2012/01/rio92.pdf.

Downloads

Published

31-10-2019

How to Cite

Musarra, R., Cupertino, S. A., & Costa, H. K. de M. (2019). Liability in Civil and Environmental Subjects for Carbon Capture and Storage (CCS) Activities in Brazil. International Journal for Innovation Education and Research, 7(10), 501–524. https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss10.1799