Ecological Family Agriculture Held In Remígio, PB, Brazil A Case Study On Production Of Knowledge And Innovation

Main Article Content

Janice Rodrigues Placeres Borges
Alexandra Leite Faria

Abstract

This article describes, identify and analyze the social and technological, innovation and the production of knowledge among the family farmers syndicated in the municipality of Remígio, Paraíba’s State, located in the Brazilian semi-arid and belonging to the so-called Polo da Borborema - a network of labour unions and rural workers. The said Polo has been practising innovation in ecological-based agriculture and with an emphasis on existing social relations, knowledge and local expertise. Thus, the case study and the qualitative approach were chosen. The collection of the data was carried out through a half-structured interview with farmers. The main results indicate that ecological agriculture practiced in the municipality of Remígio is an advanced process of local and private development. The local and particular aspect refers to the important feature that is the aspect of providing innovation from the experimentation and the necessity of each farmer, respecting their particularity and knowing. This process of producing knowledge and innovations is mainly based on the reflexive practice and the contextualization of knowledge through daily and informal processes of innovation. As important innovations that arise through these processes, there were several techniques and actions deployed, such as seed bank, solidarity rotary funds, among others, that take on innovative role, awareness and the growing change in Thought of the farmers. Some of these innovations are set up as "novelties", since they are based on external models. It is concluded by reaffirming the rich process of innovations and knowledge produced by these ecological farmers in communion with their old acquaintances allied to those brought by the Polo da Borborema, reaffirming and valuing the identities of these farmers

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Borges, J. R. P., & Leite Faria, A. (2019). Ecological Family Agriculture Held In Remígio, PB, Brazil: A Case Study On Production Of Knowledge And Innovation. International Journal for Innovation Education and Research, 7(4), 249-265. https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss4.1405
Section
Articles

References

D. Oliveira. Produção de conhecimentos e inovações na transição agroecológica: o caso da agricultura ecológica de Ipê e Antônio Prado/RS. UFRGS. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Porto Alegre, 2014.

M. F. Bruno-Faria; M. V. A. Fonseca. Cultura de Inovação: Conceitos e Modelos Teóricos. Revista de Administração Contemporânea, v. 18, n. 4, art. 1, p. 372-396, Rio de Janeiro, 2014.

. G. Brunori. Towards a conceptual framework for agricultural and rural innovation policies. Projeto Insight. Clermont-Ferrand, 2008.[4] D. Oliveira. Produção de conhecimentos e inovações na transição agroecológica: o caso da agricultura ecológica de Ipê e Antônio Prado/RS. UFRGS. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Porto Alegre, 2014.

J. D. Ploeg. Camponeses e Impérios Alimentares: lutas por autonomia e sustentabilidade na era da globalização. UFRGS Editora, Porto Alegre, 2008.

M. F. C. Tozoni-Reis. “A Pesquisa e a Produção de Conhecimentos.” Introdução a pesquisa científica em educação. Curso de pedagogia da Unesp, São Paulo, 2010.

I. Nonaka; H. Takeuchi. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica da inovação. Campus, Rio de Janeiro, 1997.

J. C. C. Terra. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial: uma abordagem baseado no aprendizado e na criatividade. 2 ed. São Paulo: Negócio, São Paulo, 2001.

M. F. C. Tozoni-Reis. “A Pesquisa e a Produção de Conhecimentos.” Introdução a pesquisa científica em educação. Curso de pedagogia da Unesp. São Paulo, 2010.

J. E. Cassiolato; H. M. M. Lastres (eds.) Globalização e inovação localizada: Experiências de Sistemas Locais no Mercosul. IBICT/IEL. Brasília, 1999.

M. V. F. Conde; T. C. Araújo-Jorge. Modelos e concepções de inovação: a transição de paradigmas, a reforma da C&T brasileira e as concepções de gestores de uma instituição pública de pesquisa em saúde. Revista Ciência e Saúde Coletiva, v.8, n.3, p. 727-741. Rio de Janeiro, 2003.

A. B. A. Santos; C. B. Fazion; G. P. S. Meroe. Inovação: Um Estudo sobre a Evolução do Conceito de Schumpeter. Caderno de Administração- Pontifícia Universidade Católica de São Paulo / PUC-SP, v. 5, n. 1, São Paulo, 2011.

E. M. Rogers. Diffusion of innovations. 5 ed., Free Press, New York, 2003.

C. S. Bispo; D. J. Souza; F. P. Araújo; N. H. Cardoso; P. S. Silva; V. R. Santos Junior. Empreendedorismo e Inovação. IBES, 12 p. Salvador, [2011].

D. Oliveira. Produção de conhecimentos e inovações na transição agroecológica: o caso da agricultura ecológica de Ipê e Antônio Prado/RS. UFRGS. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Porto Alegre, 2014.

A. R. Herrera; H. A. Ugarte. Claves de La innovación social em América Latina y el Caribe. CEPAL, Santiago do Chile, 2008.

D. P. T. Lopes; A. C. Q. Barbosa. Inovação: conceitos, metodologias e aplicabilidade. Articulando um constructo à formulação de políticas públicas - uma reflexão sobre a lei de inovação de Minas Gerais. Seminário de Economia Mineira, Diamantina, 2008.

N. Rosenberg. Perspectives on technology. Cambridge University, Cambridge, 1976.

P. A. Zawislak. Uma proposta de estrutura analítica para sistemas tecnocientíficos: o caso do Brasil. Economia & Empresa, vol. 3, n. 2, p. 4-29, São Paulo, 1996.

L. M. Silveira; A. G. Freire; P. C. O. Diniz. Polo da Borborema: ator contemporâneo das lutas camponesas pelo território. In: Revistas Agriculturas - Experiências em Agroecologia, vol, 7, n. 1, p.13-19, Rio de Janeiro, 2010.[21] P. Almeida; A. Cordeiro. Semente da paixão: estratégia comunitária de conservação de variedades locais no semiárido. AS-PTA, 2 p. Rio de Janeiro, 2002.

Folha Agroecológica. Polo da Borborema. AS-PTA/PB. Ano 3, n. 18, Maio, 2012.

J. Valdermeer. Ecological Basis of Alternative Agriculture. Annual Review of Ecology and Systematics, v. 26, p. 201-224, Palo The Alto, 1995.

E. Siliprandi. Mulheres e agroecologia: a construção de novos sujeitos políticos na agricultura familiar. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável), Universidade de Brasília, 291 p. Brasília, 2009.

D. Oliveira. Produção de conhecimentos e inovações na transição agroecológica: o caso da agricultura ecológica de Ipê e Antônio Prado/RS. UFRGS. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Rural). Porto Alegre, 2014.