Analysis of the mechanical properties of the concrete with partial substitution of the kind’s aggregate glass powder

Authors

  • Paulo Ricardo Alves dos Reis Santos Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil
  • Diovana da Silva Santos Centro Universitário de Ciências e Tecnologias do Maranhão Caxias
  • Max Silva de Almada Centro Universitário de Ciências e Tecnologias do Maranhão Caxias, Maranhão, Brasil.
  • Lirana Lamara Barreto da Silva Centro Universitário de Ciências e Tecnologias do Maranhão Caxias, Maranhão, Brasil.
  • Italo Gutierry Carneiro da Conceição Mestrando em Engenharia de Materiais, Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil
  • Paulysendra Felipe Silva Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil
  • Gabriel Gregório Sousa Pereira Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil
  • Walber Alves Freitas Federal University of Piauí image/svg+xml

DOI:

https://doi.org/10.31686/ijier.vol9.iss6.3204

Keywords:

glass powder, fine aggregate, influence, concrete, sand

Abstract

In this study, the influence of partial introduction as glass as fine aggregate on the composition of simple concrete is analyzed, considering that sand (fine aggregate currently used) has been used on a large scale in civil construction over the years and has been affecting the environment. The main objective of this research was to analyze the mechanical properties of concrete, partially replacing the natural sand with another fine aggregate made from glass residues, evaluating the behavior presented at the end of each test using different percentages of this material as fine aggregate in the concrete composition. From an experimental methodology that consisted of determining an object of study (concrete), selecting the variable that would possibly be able to influence it (glass powder) and defining the ways of controlling and observing the effects that the variable would produce on the object, an interpretation of how the mechanical properties of the glass powder that affect the performance of structural concrete is presented. The granulometry was subsequently analyzed, the tests carried out both in the fresh and hardened state of the concrete, and identified that the glass in a certain percentage proves to be viable. Finally, it can be concluded that the partial inclusion of glass affects the mechanical properties of structural concrete, and can present quite satisfactory results, both related to the environment, since the sand would not be used entirely as fine aggregate or in reaching a resistance suitable for its final use.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Paulo Ricardo Alves dos Reis Santos, Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil

Mestrando em Engenharia de Materiais

Paulysendra Felipe Silva, Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil

Mestranda em Engenharia de Materiais,

Gabriel Gregório Sousa Pereira, Instituto Federal do Piauí Teresina, Piauí, Brasil

Mestrando em Engenharia de Materiais

Walber Alves Freitas, Federal University of Piauí

Mestre em Ciência e Engenharia dos Materiais

References

ANDRADE, O. J. J.; Incorporação de Lodo de Estação de Tratamento de Água (ETA) como Agregado Miúdo em Concretos: Avaliação das Propriedades Físico-Mecânicas. Rio Grande do Sul, p. 12, 2018.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR NM 248: Agregados - Determinação da composição granulométrica. Rio de Janeiro, 2003.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5739: Concreto - Ensaio de compressão de corpos de prova cilíndricos. Rio de Janeiro, 2018.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de estruturas de concreto — Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7211: Agregados para concreto– Especificação. Rio de Janeiro, 2019.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7222: Concreto e Argamassa — Determinação da Resistência à Tração por Compressão Diametral de Corpos de Prova. Rio de Janeiro, 2011.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9935: Agregados – Terminologia. Rio de Janeiro, 2011.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10342: Concreto — Perda de Abatimento — Método de Ensaio. Rio de Janeiro, 2012.

ASSOCIAÇÃO DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12142: Concreto — Determinação da Resistência à Tração na Flexão de Corpos de Prova. Rio de Janeiro, 2010.

BASTOS, S. S. P.; Estruturas de Concreto: Fundamentos do Concreto Armado. São Paulo: Universidade Estadual Paulista, p. 1, 2006.

BRAGAGNOLO, L.; KORF, E.P.; Aplicação de Resíduos na Fabricação de Concreto: como Técnicas Analíticas de Caracterização Podem Auxiliar na escolha Preliminar do Material mais Adequado? Rio Grande do Sul: Programa de Pós Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental, p. 1, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-707620200001.0885

FABRO, F., et al.; Influência da Forma dos Agregados Miúdos nas Propriedades do Concreto. São Paulo, p. 7, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1983-41952011000200004

LOPES, T. M. H., PEÇANHA, C.C.A., CASTRO. L. A.; Considerações sobre a Eficiência de Misturas de Concreto de Cimento Portland com base no Conceito de Empacotamento de Partículas. São Paulo, p. 2, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-707620200001.0874

MESQUITA, L. J.; Mineração de Areia, a maior e mais Perigosa Indústria. Estadão, 09 de jun. 2019. Disponível em: <https://marsemfim.com.br/mineracao-de-areia-destrutiva-industria/>. Acesso em: 20 de abr. de 2020.

MORAES, Q. M.; Materias de Construção: Agregados. São Paulo, p. 37, 2011.

MSUYA. S.T.; Areia e Sustentabilidade: Encontrar Novas Soluções para a Governação Ambiental dos Recursos Globais de Areia. Relatório da Organização da Nações Unidas, 2019.

NOGUEIRA, F. R. G.; A Extração de Areia em Cursos D’água e seus Impactos: Proposição de uma Matriz de Interação. Juiz de Fora, p. 6, 2016.

OLIVEIRA, A. R., BOFF, U., PRESTES, B. J.; Caracterização das Propriedades Mecânicas de Materiais Metálicos: A Influência da velocidade da máquina sobre a tensão obtida no ensaio de tração. Porto Alegre, p. 1, 2015.

PACHECO, J., et al.; Considerações sobre o Módulo de Elasticidade do Concreto. Natal: IBRACON, p. 1, 2014.

PINHEIRO, M. L.; Estruturas de Concreto. São Paulo: Departamento Eng. de Estruturas, p. 5-7, 2016.

QUADROS, A. P.; Estudo das Correlações entre as Propriedades Mecânicas do Concreto. Belo Horizonte, p. 1, 2014.

RIBEIRO. G.U., SANTOS. S. D.; Propriedades Físico-Mecânicas de Resíduos da Lapidação de Vidro Utilizados em Argamassa Cimentícia como Substituinte Parcial do Agregado Convencional. Porto Velho: Faculdade de Rondônia, Coordenação de Pesquisa e Extensão, p. 2. 2020.

RODRIGUES, E. H. V.; Materiais de Construção: Coleção Construções Rurais. Rio de Janeiro: Editora da Universidade Federal Rural, p. 15, 2000.

SANTOS, P. G., et al.; Substituição da Areia Natural por Pó de Brita para Produção do Concreto Simples. Mineiros: Pesquisa UNIFIMES, p. 2, 2018.

SCHERER, M., MORSCH, B. I., REAL, V. M.; Confiabilidade de Vigas de Concreto Armado Dimensionadas de acordo com a NBR-6118:2014. Porto Alegre: Revista IBRACON de Estruturas e Materiais, vol. 12, nº 5, p.2, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/s1983-41952019000500007

SILVA, C. M. M. A.; CAPUZZO, V. M. S.; Avaliação da Durabilidade de Concretos Produzidos com Agregados de Resíduo de Concreto utilizando a abordagem de Mistura dois Estágios. Brasília: Programa de Pós-Graduação em Estruturas e Construção Civil, p. 7, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-707620200001.0882

SILVA, L. S., DEMETRIO, J. C. C., DEMETRIO, F. J. C.; Concreto Sustentável: Substituição da Areia Natural por Pó de Brita para Confecção de Concreto Simples. São Paulo, p. 1-2, 2015.

TRENTIN, P. O.; MANICA, J.; VANZETTO, S. C.; Substituição Parcial de Agregado Miúdo por Resíduo de Vidro Moído na Produção de Argamassa. Revista Matéria, v.25, n.1, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-707620200001.0903

ULSEN, C.; Caracterização e Separabilidade de Agregados Miúdos Produzidos a partir de Resíduos de Construção e Demolição. São Paulo, p. 9, 2011.

VITOR, P.; O Perigo do Excesso de Aço das Construções de Concreto. Paulo Vitor Projetos Estruturais, 18 de dez. de 2016. Disponível em: <https://blog.engpaulovitor.com/2016/12/18/o-perigo-do-excesso-de-aco-nas-construcoes-de-concreto/>. Acesso em: 20 de abr. de 2020.

ZACCARON, A., et al.; Efeito da Adição de Resíduo de Vidro em Massa de Cerâmica de Alvenaria. Revista Matéria, v.24, n.4, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/s1517-707620190004.0821

Downloads

Published

01-06-2021

How to Cite

Santos, P. R. A. dos R., Santos, D. da S., Almada, M. S. de, Silva, L. L. B. da, Conceição, I. G. C. da, Silva, P. F., Pereira, G. G. S., & Freitas, W. A. (2021). Analysis of the mechanical properties of the concrete with partial substitution of the kind’s aggregate glass powder. International Journal for Innovation Education and Research, 9(6), 406–425. https://doi.org/10.31686/ijier.vol9.iss6.3204

Most read articles by the same author(s)