How to reduce food waste in the B_M company`s restaurant

Main Article Content

Benitis Moreira de Souza
Jonas Gomes da Silva

Abstract




About a third of all food produced in the world is wasted. To reduce this unfortunate number, several companies are trying to do their part. The article analyzes the causes of food waste in the B_M company restaurant, located in the Industrial Pole of Manaus, to propose actions to improve its environmental performance. The research is of an applied nature, with data collection and analysis using qualitative and quantitative approaches. The procedures involve case study, documentary and bibliographic research, and survey application, based on a questionnaire composed of 2 sections and nine questions, applied randomly at lunchtime with 300 employees. After analyzing the data, it was concluded that waste is related to the preparation and menu of meals, occurring effectively in the consumption phase, when 58% of respondents leave food scraps on the plate, due to the bad taste of the meals (81 %), not pleasant menu (41%) and for over-serving (25%). The main foods left on the plate are beef (34%), chicken meat (32%), rice (23%), beans (20%), and fish (20%). In the end, six suggestions were given to managers to reduce food waste at the restaurant.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Moreira de Souza, B., & Gomes da Silva, J. . (2020). How to reduce food waste in the B_M company`s restaurant. International Journal for Innovation Education and Research, 8(10), 578-595. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss10.2711
Section
Articles
Author Biographies

Benitis Moreira de Souza, Universidade Federal do Amazonas–UFAM

Student of the Post-Graduation Course in Industrial Engineering and Management

Centro de P&D de Tecnologia Eletrônica e da Informação CETELI  

 

 

Jonas Gomes da Silva, Eureka Laboratory, Manaus – Amazon – Brazil

Associate Professor at the Industrial Engineering Department of FT/UFAM

References

AMORIM, M. B. Redução de desperdícios em uma cozinha industrial por meio das ferramentas da engenharia de produção. 2012. 115f. Projeto de Pesquisa (Pós-Graduação em Engenharia de Produção) – Faculdade de Tecnologia, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2012.

BABA, V. A. Diagnóstico e análise de oportunidade de melhoria em um restaurante universitário por meio da filosofia seis sigma. 2008. 115f. Dissertação (Pós-Graduação em Administração de Organizações) – Departamento de Administração, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2008.

ABBADE, E B. Desperdício de alimentos e Performance logística uma análise do cenário brasileiro. Revista GEPROS, Santa Maria, v. 14, n. 5, p. 328 – 350, agosto de 2019.

BRADACZ, D. C. Modelo de Gestão da Qualidade para o controle de desperdício de alimentos em unidades de alimentação e nutrição. 2003. 173f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

BRASIL. Lei No12. 305 de 2 de gosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Diário Oficial da União. Brasília, p. 2, agosto de 2010. Legislação Federal.

BRASIL. Projeto de Lei do Senado Nº 675, de 2015. Estabelece a Política Nacional de Combate ao Desperdício de Alimentos e dá outras providências. Brasília, 2015. Projeto de Lei Federal.

BUENO, P. H.T. Panorama geral das perdas e desperdício de alimentos e soluções para o acesso à alimentação. 2019. 51f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Alimentos) – Faculdade de Engenharia Química, Universidade Federal de Uberlândia, Patos de Minas, 2019.

BUSATO, M. A.; FERIGOLLO, M. C. Desperdício de alimentos em unidades de alimentação e nutrição: uma revisão integrativa da literatura. Holos, Chapecó, v. 1, ano 34, p. 91–102, janeiro de 2018.

CSEH, A. Mapeamento do campo da gestão de resíduos orgânicos na cidade de São Paulo. 2019. 169f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola de Artes, Ciências e Humanidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

DAL'MAGRO, G. P. Volume físico e valor monetário das perdas e desperdício de alimentos do Brasil. 2019. 151f. Tese (Doutorado em Agronegócios) – Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2019.

DALFOVO, M. S.; LANA, R. A.; SILVEIRA, A. Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau, v.2, n.4, p.01- 13, Sem II. 2008.

EMBRAPA - Empresa brasileira de Pesquisas Agropecuárias, 2016. Perdas e desperdício de alimentos. Disponível em https://www.emprapa.br/tema-perdas-e-desperdicio-dealimentos/sobre-o-tema. Acesso em 10 de fevereiro de 2020.

FAO (Food and Agriculture Organization). Food and Agriculture Organization of United Nations. 2018. Disponível em: <http://www.fao.org/economic/ess/ess-fs/fs-data/ess-fadata/en>. Acesso em 15 de janeiro de 2020.

GRATÃO, L. H. A, et. al., Impacto financeiro do desperdício de alimentos em uma unidade produtora de refeições. Revista Desafios, Palmas, v. 03, n. 02, p. 36-42, novembro 2016.

MARIZ, V. M; WATANUKI, H. M. Ferramentas da qualidade como aliadas na redução do desperdício de alimentos em serviços de alimentação: uma pesquisa-ação. Enegep, Santos, p. 1–17, outubro de 2019.

MARTINS, C.; FARIAS, R. Produção de alimentos x desperdício: tipos, causas e como reduzir perdas na produção agrícola. Revista da FZVA, Uruguaiana, v. 9, n. 1, p. 20-32. 2002.

MELO, E. V. et al. Perdas e desperdício de alimentos: estratégias para redução. Cadernos de Trabalhos e Debates 3. Versão E-book, 2018. Disponível em: . Acesso em 20 de fevereiro de 2020.

MORAES, C. C. et al. Does resilience influence food waste causes? A systematic literature review. Revista Gestão e Produção, São Carlos, v. 26, n. 3, p. 1–17, maio de 2019.

MORI, J. S. et al. Os benefícios da gestão ambiental como ferramenta de competitividade pelas organizações. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 25–38, 2015.

NASCIMENTO, S. P. Desperdício de alimentos: fator de insegurança alimentar e nutricional. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, v. 25, n. 1, p. 85–91, abril de 2018.

OLIVEIRA, C. M. M. Segurança alimentar e nutricional: banco de alimentos de Nova Iguaçu. 2016. 57f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de janeiro, 2016.

PARISOTO, D. F.; HAUTRIVE, T. P.; CEMBRANEL, F. M. Redução do desperdício de alimentos em um restaurante popular. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, Campus Ponta Grossa, v. d, p. 1106–1117, 2013.

PEIXOTO, M.; PINTO, H. S. Desperdício de alimentos: questões socioambientais, econômicas e regulatórias. Boletim Legislativo, Nº 41, Senado Federal, 2016. Disponível em: < http://www.fao.org/docrep/018/i3347e/i3347e.pdf>. Acesso em 20 de fevereiro de 2020.

PIRES, C. S. O tratamento dos resíduos orgânicos como cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos : análise dos planos municipais da bacia do Alto Tietê. 2013. 126f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2013.

PISTORELLO, J.; CONTO, S. M. ; ZARO, M. Geração de resíduos sólidos em um restaurante de um Hotel da Serra Gaúcha, Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, Caxias do Sul, v. 20, n. 3, p. 337–346, setembro de 2015.

SAKAGUCHI, L.; PAK, N.; POTTS, M. D. Tackling the issue of food waste in restaurants: Options for measurement method, reduction and behavioural change. Journal of Cleaner Production, Berkeley, v. 180, p. 430–436, 2018.

SILVÉRIO, G. A.; OLTRAMARI, K. Food waste in Brazilian Units Food and Nutrition. Ambiência - Revista do Setor de Ciências Agrárias e Ambientais, Guarapuava, v. 10, n. 1, p. 125–133, abril de 2014.

THE WORLD BANK GROUP (TWBG). Food loss and food waste. Price Watch. Washington, n.16, p. 5-8, 2014. Disponível em: <http://www.fao.org/docrep/014/mb060e/mb060e.pdf>. Acesso em: 02 de fevereiro 2020.

TRAVESSA, J. V. B. SILVA, R. B. O valor em uma distribuidora do ramo de alimentos perecíveis: análise por meio de mapas de consumo e de produção. 2012. 146f. Projeto de Graduação (Graduação em Engenharia de Produção) – Escola Politécnica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012.

VILLAN, K. M. ALVES, F. S. Desperdício de alimentos em uma unidade de alimentação e nutrição: análise e propostas. Nutrição Brasil, Curitiba, setembro/outubro, p. 276-280, 2010.

ZANINI, M. A. Redução do desperdício de alimentos: estudo em um restaurante universitário. 2013. 160f. Dissertação (Mestrado em Gestão de Organizações Públicas) – Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2013.

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>