Quantitative methods and analysis of health performance and environmental conditions in the city of Porto Velho 6 years after the hydroelectric dams of Jirau and Santo Antônio, on the Madeira River

Main Article Content

Carlos Alberto Paraguassu-Chaves
Allan Kardec Duailibe Barros Filho
Fabrício Moraes de Almeida
Lenita Rodrigues Moreira Dantas
Fabio Robson Casara Cavalcante
Carlos de Andrade Macieira
Charlles da Silva Barata
João Viana Fonseca Neto

Abstract

Objective: to analyze the IQVU of the city of Porto Velho, Rondônia, Brazil, in a perspective of quality of life from the construction of the UHEs on the Madeira River. Methods: the model developed by Paraguassú-Chaves et al [3] was used to analyze the performance index in health and environmental conditions. 552 forms and interviews were applied, which contributed to the collection of primary data in the sample survey in the 69 neighborhoods grouped by the four urban areas of Porto Velho, involving 8 households per neighborhood. The data were submitted to Factor Analysis to calculate the quality of life indexes. In the analysis phase, the IQVU model of the Hair et al classification index scale [4] was used. Results: After 6 years, the quality of life indexes found in this research are similar to those found previously. Central Zone IQVU (0.456) Regular, East Zone IQVU (0.406), North Zone IQVU (0.428) and South Zone IQVU (0.393), with the average IQVU (0.420) of the city of Porto Velho. Conclusions: there was a significant drop in the quality of life index with the construction of the Jirau and Santo Antônio hydroelectric dams on the Madeira River, in Porto Velho. The city's quality of urban life index, which had already suffered a negative impact during the construction of the dams and 1 year later, worsened six years later.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Paraguassu-Chaves, C. A. ., Barros Filho, A. K. D. ., Almeida, F. M. de ., Dantas, L. R. M. ., Cavalcante, F. R. C. ., Macieira, C. de A. ., Barata, C. da S. ., & Neto, J. V. F. . (2020). Quantitative methods and analysis of health performance and environmental conditions in the city of Porto Velho: 6 years after the hydroelectric dams of Jirau and Santo Antônio, on the Madeira River. International Journal for Innovation Education and Research, 8(6), 90-112. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss6.2379
Section
Articles
Author Biographies

Carlos Alberto Paraguassu-Chaves, Federal University of Maranhão, Brazil

Professor

Allan Kardec Duailibe Barros Filho, Federal University of Maranhão, Brazil

Professor

Fabrício Moraes de Almeida, Federal University of Rondônia, Brazil

Researcher of the Doctoral and Master Program in Regional Development and Environment (PGDRA/UFRO). Leader of line 2 ― Technological and Systemic Development, and Researcher of GEITEC

Lenita Rodrigues Moreira Dantas, Higher Institute of Health Sciences and Environment of the Amazon – AICSA, Brazil

Researcher

Fabio Robson Casara Cavalcante, Federal University of Rondônia – UNIR

Associate Professor

Carlos de Andrade Macieira, Federal University of Maranhão, Brazil

Professor

Charlles da Silva Barata, Higher Institute of Health Sciences and Environment of the Amazon – AICSA

Researcher

João Viana Fonseca Neto, Federal University of Maranhão, Brazil

Professor

References

Santos LD, Martins I. A Qualidade de Vida Urbana. O caso da cidade do Porto. Trabalhos em curso – nº 116, maio de 2002. Universidade do Porto. Porto, Portugal.

Silva RCP. Qualidade da Vida em Porto Velho: perspectiva do processo de desenvolvimento regional. Tese (Doutotado). Universidade Federal do Pará. Núcleo de Altos Estudos Amazônicos. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido. Belém, 2013.

Paraguassú-Chaves CA et al. Health Condition Performance Index (IDCS) in the Municipalities of the Border of the North and Central Arc of Brazil. InterSciencePlace – International Scientific Journal. Nº 1, volume 14, article nº 9, January/March 2019. P. 170-212.

Hair JF et al. Análise multivariada de dados. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005. 730 p.

Santana AC. Métodos quantitativos em economia: elementos e aplicações. Belém: UFRA, 2005.

Santana AC. Elementos de economia, agronegócio e desenvolvimento local. Belém: GTZ; TUD; UFRA, 2005. p.133-142. (Série Acadêmica, 01).

Cavalcante FRC. Análise da desigualdade regional no Estado de Rondônia à luz da teoria institucionalista de Douglass North. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Tropico Úmido. Belém, PA, 2011, 464 p. Disponível em:<http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/2984/1/Tese_AnaliseDesigua ldadeRegional.pdf>. Acesso em: 14/04/2019.

Dillon WR, Goldstein M. (1984). Multivariate analisys: methods and applications. New York: Wiley.

Gama ZJC, Santana AC de, Mendes FAT, Khan AS (2007). Índice de desempenho competitivo das empresas de móveis da região metropolitana de Belém. Revista de economia e agronegócio, v. 5, p. 127-159.

Santana AC. (2007). Análise do desempenho competitivo das agroindústrias de polpas de frutas do Estado do Pará. Revista de economia e sociologia rural, v. 45, n. 3, Brasília, jul/sept.

Johnson RA, Wichern DW. (1988). Applied multivariate statistical analysis. 2 ed. New Jersey: Prentice Hall International.

Paraguassu-Chaves CA, Cavalcante FRC, Claro CG et al. Environmental Education Perception Index (IPEA)1headed for sustainable development: A study in Elementary Schools in the city of Guajará-Mirim, Rondônia (Brazil). International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS) [Vol-5, Issue-7, July- 2018]. p. 38-50.

Paraguassú-Chaves CA, Cavalcante FRC, Almeida FM et al. Factor Analysis and the Social Capital Index: A Study at the Brazil / Bolivia Border. International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS) [Vol-5, Issue-10, Oct- 2018] Page | 41 a 51.

Brasil. Ministerio da saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 196/96: Modelo de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. - TCLE. Estabelece informação critérios para elaboração de documentação para critérios éticos em pesquisa: referência - elaboração. Brasilia, DF, [2016].

Paraguassú-Chaves, CA. Amazonian Studies of Medical and Health Geography. 1ª ed. Editora Temática. Porto Velho, 2019.

Silva JC, Santos SC, Silva AA. Planejamento e Plano Diretor de Porto Velho, Revista da ANPEGE, v. 7, n. 8, p. 81-92, ago./dez. 2011.

Silveira VEA. Metanálise de PCA's em Rondônia. Núcleo de Ciências Exatas e da Terra. Universidade Federal de Rondônia/Secretaria de Desenvolvimento Ambiental de Rondônia. Porto Velho, 2009.

Rodrigues ERD. (2008). Spatial evaluation of groundwater quality in the urban area of Porto Velho-Rondônia - Brazil. (Master’s Dissertation in Geography). Federal University of Rondonia. Porto Velho. 85 p.

Paraguassú-Chaves CA, Cavalcante FRC, Dantas LRM, Sousa AA, Clears PCG, Silva IRRP, Neves JT, Calderaro IFN, Oliveira PTC, Almeida FM. (2018). Groundwater quality: Study of the Nitrate (NO3-) concentration in the Urban Area of the Brazil / Bolivia Border. International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS) [Vol-5, Issue-10, Oct-2018]

Paraguassú-Chaves CA, Barata CS, Silva Filho EP, Almeida FM, Dantas LRM. (2018). Mapping of Nitrate Contamination (NO3-) in an Urban Area on the Brazil / Bolivia Border. Debate in Action: scientific discussion. Preliminary publication.

Barata CS. (2016). Mapping of the contamination by nitrate (NO3-) in shallow wells in the area of the headquarters of the municipality of Nova Mamoré - Rondônia. (Dissertation). Master’s program in geography. Federal University of Rondônia. Porto Velho.

Bouchard DC, Willians MK, Surampalli RY. Nitrate Contamination of Ground Water: sources and potential health effects. J. Am. Water Works Ass. p. 84-90. 1992.

Paraguassu-Chaves CA, Cavalcante FRC, Uchoa MR, Barata CS, Silveira EG, Dantas LRM. (2015). Possible Nitrate Concentration (NO3-) in the Urban Area of the Rondônia Border. Debate in action: scientific discussion, v. 1, p. 70-79.

Brasil. (2004). Portaria Ministério da Saúde nº. 518 de 25 de março de 2004. Estabelece os procedimentos e responsabilidades relativos ao controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Diário Oficial da União, Brasília.

Brasil. (2005). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Vigilância em Saúde Ambiental. Comentários sobre a Portaria nº. 518/2004: Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 92 p.

Brazil. Ordinance of the Ministry of Health nº. 2914 of December 25, 2011. (2011). It establishes the procedures and responsibilities related to the control and monitoring of the quality of water for human consumption and its standard of potability. Official Journal of the Union, Brasília.

Queiroz JTM, Heller L, Silva SR. (2009). Analysis of the Occurrence Correlation of Acute Diarrheal Disease with Water Quality for Human Consumption in the Municipality of Vitória - ES. Health Soc. São Paulo, v.18, n.3, p.479-489.

Paraguassú-Chaves CA, Silveira EG, Beleza SC, Beleza FC. Perfil epidemiológico de Rondônia. 1ª Ed. Porto Velho, AICSA, 2015b

Tomaz P. (2003). Use of rainwater. São Paulo, Navegar, 180p. ISBN: 85-87678-23-x.

IBGE. Brazilian Institute of Geography and Statistics. (2014). http://www.cidades.ibge.gov.br/v3/cidades/ho me-cidades.

Lima MLA. (2008). Groundwater Potentially Impacted by Nitrate (NO3-) in the Urban Area of the City of Porto Velho: a Study of Health Geography, Porto Velho, RO. (Master’s Dissertation in Geography), Federal University of Rondônia, Porto Velho, 76 p.

Melo Junior HR et.al. (2006). Evaluation of Groundwater Quality in an Urban Zone of the Brazilian Amazon: Case study of Eletronorte neighborhood, Porto Velho (RO). In: BRAZILIAN UNDERGROUND WATER CONGRESS, 14, 2006, Curitiba: Anais. Curitiba: ABAS. P. 1-20.

Machado LMCP. Qualidade ambiental: indicadores quantitativos e perceptivos. In: MARTOS, H. L.; MAIA, N. B. Indicadores ambientais. Sorocaba: Gráfica, 1997, p. 15-21.

Wies S, Silva CL. Índice de qualidade do ambiente para os bairros de Curitiba. In: Encontro Nacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente, 9., 2007,Curitiba. Anais... Curitiba, nov. 2007.

Moret AS, Guerra SMG. Hidrelétricas no rio Madeira: reflexões sobre impactos ambientais e sociais. Revista OIDLES, v. 3, n. 7, dez., p. 01-35, 2009.

RIMA. Relatório de impacto ambiental das usinas de Santo Antônio e Jirau, Maio, 2006. Disponível em Acesso em: 15 maio de 2017

CAERD. Company of Water and of Sewers of Rondônia. (2006). Technical operational diagnosis of water supply and sewage systems: Basic Sanitation Program of the State of Rondônia. Porto Velho: Management of Projects and Works, 2014. 298 p.

CAERD. Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia. EBITDA de janeiro a dezembro de 2014. Superintendência de Planejamento. Porto Velho, 2014.

Brasil. Lei n° 11.445 de 05 de janeiro de 2007. Estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico; altera as Leis n°s 6.7666, de 19 de dezembro de 1979, 8.036, de 11 de maio de 1990, 8.6666, de 21 de junho de 1993, 8.987 de 113 de fevereiro de 1995, revoga a Lei n° 6.528, de 11 de maio de 1978; e dá outras providências.

Paraguassú-Chaves. Um modelo de avaliação da qualidade de vida. In: Jornada Científica da Faculdade União de Goyazes. Ciência, Cultura e Saúde, 1., 2007, Trindade, GO. Resumos... Trindade-GO, 2007.

Almeida AT. Expansão urbana de Porto Velho: análise do contexto socioespacial de uma cidade em transformação. Ariquemes, 2009. 178 f. Monografia (Especialização em Análise Ambiental) - Faculdade de Educação e Meio Ambiente, Ariquemes - RO, 2009.

Azevedo PA. Condições e qualidade de vida em espaço reorganizado. Porto Velho e Ariquemes, 2009. 157 f. Monografia (Especialização em Análise Ambiental) - Faculdade de Educação e Meio Ambiente, Ariquemes - RO, 2009.

Cavalcante FRC. A qualidade de vida na microrregião de Porto Velho, Rondônia: um estudo quantitativo. Revista Pesquisa e Criação, v. 10, p. 89-103, 2011b.

Guillén-Salas JC. Sistemas de indicadores de qualidade de vida: análise das experiências de Belo Horizonte, 2005. 139 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2005.

Gutierres LLB, Marques RC. Porto Velho, a construção das usinas do Madeira e os impactos socioambientais. In: Seminário Internacional de Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia, 1., 2010, Manaus. Anais... Manaus: UFAM, 2010.

Herculano S. A qualidade de vida e seus indicadores. Revista Ambiente & Sociedade, Campinas, ano 1, n. 2, p. 77-99, 1998.

Maniçoba RS. Urbanização e qualidade de vida nos municípios da Amazônia Legal criados após 1988. 2006. 269 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável). Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2006.

Pereira AP. Geoprocessamento das doenças ocupacionais em Rondônia na última década, 2011. 145 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão, Análise e Perícia Ambiental) - Faculdade de Educação e Meio Ambiente, Guajará-Mirim, RO, 2011.

Pinheiro MFB. Problemas sociais e institucionais na implantação de Hidrelétricas: seleção de casos recentes no Brasil e casos relevantes em outros países. 2007. 211 f. Dissertação. (Mestrado em Engenharia) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2007.

Seild EMF, Zannon CMLC. Qualidade de vida e saúde: aspectos conceituais e metodológicos. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 580-588, 2004.

Paraguassú-Chaves CA, Uchoa MR, Fabiano L, Dantas LRM, Almeida FM, Cavalcante FRC, Luz Neto LS, Calderaro FN, Oliveira PTC, Claro CG. Local Powe as the Basis of the Understanding of the Federative Pact. International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS). [Vol-5, Issue-12, Dec- 2018].

Uchôa MR, Uchôa LF. Inclusão social em região de fronteira. Discussão científica (Debate em Ação). Porto Velho: Instituto Superior de Ciências da Saúde e Ambiente da Amazônia, 2011.

Vieira Neto AV. Cultura, Lazer e Saúde. A (des) organização generalizada. Um estudo de caso de Rondônia. 2012. 128 f. (Monografia). Especialização em Saúde Pública. FAEMA/AICSA/Simone Araújo, Porto Velho, 2012.

Paraguassú-Chaves CA. Geografia médica ou da saúde: espaço e doença na Amazônia Ocidental. Porto Velho: EDUFRO, 2001.

Whoqol Group. Instrumentos de avaliação de qualidade de vida. Organização Mundial de Saúde - ONU. Divisão de Saúde Mental. 1998. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/psiq/whoqol1.html#1> Acesso em: 12 maio. 2017.

Paraguassú-Chaves CA. Aplicação de modelo de qualidade de vida. Discussão Científica (Debate em Ação). Instituo Superior de Ciências da Saúde e Ambiente da Amazônia. Porto Velho, 2010.

Paraguassú-Chaves CA, Silveira EG, Beleza SC, Beleza FC. Perfil epidemiológico de Rondônia. 1ª Ed. Porto Velho, AICSA, 2015.

Paraguassú-Chaves CA, Jacarandá EF, Pereira A. Saúde e comportamento humano. Porto Velho, RO: Eufro, 1ª edição, 2011.