Difficulties Found by Students in the Disciplines of Post-graduation in Electrical Engineering

Main Article Content

Marta Barreiros
Leticia Cabral Correia
Sheyla Priscilla de Oliveira Barreiros
Diogenes Ermeson da Silva Pires
Priscila Lima Rocha
Vanessa Edilene Duarte Martins
Diego de Oliveira Dantas

Abstract

In this study, we explore the difficulties of students in the disciplines of post-graduation in electrical engineering. To the extent that the student is able to elucidate his difficulties during the disciplines of the postgraduate course, your research can flow with greater satisfaction and success. Our findings are based on interviews of students with different backgrounds and educational experiences, allowing to capture different difficulties and motivations found in the classroom, which influence the researches of masters and doctoral students. We found that most of the students in the postgraduate course in electrical engineering had background training in distinct areas (73.3%), and that they are generally related area students, such as math, computing, and other areas of engineering. Another aspect is that most interviewees reported that their difficulties were related to the disciplines that addressed the development of algorithms and mathematical calculations (66%), suggesting that this problem was a consequence of insufficient knowledge base for the disciplines. The findings suggest that even with the difficulties encountered in the classroom, the students of the course had no disapproval, because most of the time they sought to discuss their difficulties in groups of studies created by classmates, and thus, elucidating the difficulties faced with colleagues who had different skills.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Barreiros, M., Cabral Correia, L., de Oliveira Barreiros, S. P., da Silva Pires, D. . E., Lima Rocha, P. ., Duarte Martins, V. E. ., & de Oliveira Dantas, D. . (2020). Difficulties Found by Students in the Disciplines of Post-graduation in Electrical Engineering. International Journal for Innovation Education and Research, 8(5), 339-347. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss5.2349
Section
Articles

References

Bottura, C. P. Memórias e reflexões de um professor brasileiro de controle de sistemas dinâmicos. TEMA (São Carlos) , vol.14 (1), pp.23-42, 2013

Almeida, N. N.; Borges, M. N. A pós-graduação em engenharia no Brasil: uma perspectiva histórica no âmbito das políticas públicas. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 15 (56), pp. 323-340, 2007.

Silva, R. C. Expansão da Pós-Graduação no Brasil e o Mestrado de Educação da Umesp nesse contexto. Educação & Linguagem, v.12 (20), pp.294-305, 2009

Velloso, J. Trabalho e formação em pesquisa. In: MORHY, Lauro (Org.). Universidade em questão. Brasília: UnB, 2003. v. 1.

Pacobahyba, F. M. O. M. C. As dificuldades encontradas por um estudante de mestrado em direito: por que é tão difícil escrever uma dissertação?. Revista Âmbito Jurídico, v.89 (19), 2011.

Gewin, V. Mental health: Under a cloud. Nature. v.490, pp.299-301, 2012.

Cirani, C. B. S.; Silva, H. H. M. da; CAMPANARIO, M. de A. A evolução do ensino da pós-graduação estrito senso em administração no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 16( 6), pp. 765-805, 2012.

Kornis, G. E. M.; Maia, L. S.; FORTUNA, R. F. P. A produção intelectual em Saúde Coletiva no âmbito do Estado do Rio de Janeiro: uma trajetória de 1960 a 2007. Physis, Rio de Janeiro, v. 20 (3), p. 913-929, 2010.

Oliveira, N.; Siqueira, H. C. H. de. Mestrado acadêmico em enfermagem: interfaces de sua criação na perspectiva ecossistêmica. Escola Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 17(1), pp. 73-81, 2013.

Tourinho, M. M.; Palha, M. das D. C. A Capes, a universidade e a alienação gestada na pós-graduação. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 12(2), pp. 270-283, 2014.

Silva, T. C.; Bardagi, M. P., O aluno de pós-graduação stricto sensu no Brasil: revisão da literatura dos últimos 20 anos. RBPG, Brasília, v. 12(29), p. 683-714, 2015.

Barbosa, D. M. de M. et al. Análise do perfil dos egressos do Programa de Pós-Graduação em Medicina (Radiologia) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Radiologia Brasileira, São Paulo, v. 42(2), pp.121-124, 2009.

Schwartzman, S. Nota Sobre a Transição Necessária da Pós-Graduação Brasileira. In: BRASIL. Plano Nacional de Pós-Graduação – PNPG 2011-2020. Brasília: Capes. p.34-52, 2010.

Mattos, V. de B. Pós-graduação em tempos de precarização do trabalho. Alongamento da Escolaridade e Alternativa ao Desemprego. São Paulo: Xamã, 2011.

Bujdoso, Y. L. V. Pós-graduação stricto sensu: busca de qualificação profissional ou suporte frente às vicissitudes do mundo do trabalho. Tese (Doutorado em Medicina)– Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.