Sample size for estimation of averages of agronomic traits in cassava seedlings

Main Article Content

André Schoffel
Sidinei José Lopes
Jana Koefender
Alessandro Dal'Col Lúcio
Juliane Nicolodi Camera
Diego Pascoal Golle

Abstract

O método de multiplicação rápida melhora o uso de material de propagação. No entanto, melhorar o gerenciamento e as técnicas experimentais é crucial para avaliar a produção e a qualidade da planta. Este estudo calculou o tamanho da amostra para estimar médias de caracteres agronômicos em mudas de mandioca originárias de estacas de caule com um número diferente de folhas e diâmetros diferentes. Um total de 600 mudas (cada uma com duas gemas) com um diâmetro de 15,00 a 19,99 mm (N = 300) ou 20,00 a 25,00 mm (N = 300) da cultivar Apronta Mesa foram plantadas em diferentes épocas de cultivo (julho, agosto, Setembro e outubro). Em cada estação de plantio (22 de setembro, 7 de outubro, 19 de outubro e 25 de novembro), 300 estacas, com três a cinco ou até mais de cinco folhas visíveis, foram coletadas. As seguintes estatísticas foram analisadas: mínimo, máximo, intervalo, média, mediana, variação, desvio padrão e coeficiente de variação. O tamanho da amostra foi determinado por reamostragem usando 2.000 reamostragens, com substituição, e foi definido pelo número de plantas a partir das quais o intervalo de confiança de 95% foi de 10%, 15% e 20% da estimativa média. O uso de estacas de caule com diâmetro superior a 20 mm e com mais de cinco folhas foi adequado para a produção de mudas de mandioca. Independentemente da faixa no diâmetro de corte e número de folhas, 87 plantas foram suficientes para estimar as médias das características quando a faixa do intervalo de confiança foi de 20% da estimativa média. e 20% da estimativa média. O uso de estacas de caule com diâmetro superior a 20 mm e com mais de cinco folhas foi adequado para a produção de mudas de mandioca. Independentemente da faixa no diâmetro de corte e número de folhas, 87 plantas foram suficientes para estimar as médias das características quando a faixa do intervalo de confiança foi de 20% da estimativa média. e 20% da estimativa média. O uso de estacas de caule com diâmetro superior a 20 mm e com mais de cinco folhas foi adequado para a produção de mudas de mandioca. Independentemente da faixa no diâmetro de corte e número de folhas, 87 plantas foram suficientes para estimar as médias das características quando a faixa do intervalo de confiança foi de 20% da estimativa média.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Schoffel, A., Lopes, S. J., Koefender, J., Lúcio, A. D. ., Camera, J. N. ., & Golle, D. P. (2020). Sample size for estimation of averages of agronomic traits in cassava seedlings. International Journal for Innovation Education and Research, 8(5), 73-82. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss5.2312
Section
Articles

References

ADENIJI, O. T.; ODO, P. E.; IBRAHIM, B. Genetic relationship and selection indices for cassava root yield in Adamawa State, Nigeria. African Journal of Agricultural Research, v. 6, n. 13, p. 2931-2934, 2011.
ALBUQUERQUE, J. A. A. et al. Occurrence of weeds in cassava savanna plantations in Roraima. Planta Daninha, v. 32, n. 1, p. 91-98, 2014.
BANDEIRA, C. T. et al. Sample size for estimate the average of Passiflora caerulea fruits traits. Ciência Rural, v. 46, n. 10, p. 1729-1736, 2016.
BENNETT, B. (2015) Guest editorial: smallholder cassava production and the cassava processing sector in Africa. Food Chain, v. 5, p. 1-3, 2015.
BEZERRA, V. S. Maniva-semente: como selecionar e conservar. Embrapa Amapá, 2012. (Comunicado Técnico, 125).
BRASIL. O censo agropecuário 2006 e a agricultura familiar no Brasil. Brasília: MDA, 2009.
CARGNELUTTI FILHO, A. et al. Sample size to estimate the mean and median of traits in flax. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 13, n. 1, p. e5492, 2018a.
CARGNELUTTI FILHO, A. et al. Sample size to estimate the mean of traits in jack bean. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 13, n. 1, p. 1-7, 2018b.
CARGNELUTTI FILHO, A. et al. Dimensionamento amostral para avaliar caracteres morfológicos e produtivos de aveia preta em épocas de avaliação. Ciência Rural, v. 45, n. 1, p. 9-13, 2015.
CARGNELUTTI FILHO, A. et al. Dimensionamento amostral para a avaliação de altura e diâmetro de mudas de nogueira-pecã. Ciência Rural, v. 44, n. 12, p. 2151-2156, 2014.
DELAQUIS, E.; DE HAAN, S.; WYCKHUYS, K. A. G. On-farm diversity offsets environmental pressures in tropical agro-ecosystems: a synthetic review for cassava based systems. Agriculture, Ecosystems & Environment, v. 251, p. 226-235, 2018.
EGESI, C. N. et al. Genetic variation and genotype × environment interaction for yield and other agronomic traits in cassava in Nigeria. Agronomy Journal, v. 99, n. 4, p. 1137-1142, 2007.
FERREIRA, D. F. Estatística básica. 2. ed. Lavras: UFLA, 2009.
HASIBUAN, S.; NAZIR, N. The development strategy of sustainable bioethanol industry on iconic Sumba island, Eastern Indonesia. International Journal on Advanced Science, Engineering and Information Technology, v. 7, n. 1, p. 276-283, 2017.
KHANTHAVONG, P. et al. Effect of weed biomass on cassava yield related to weeding times. Advances in Plants & Agriculture Research, v. 5, n. 5, p. 630-632, 2016.
KLEINPAUL, J. A. et al. Tamanho de amostra para estimação da média de caracteres de milheto em épocas de avaliação. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 16, n. 2, p. 251-262, 2017.
KOEFENDER, J. et al. Boletim técnico cultura da mandioca. Boletim técnico n. 1, Cruz Alta: Unicruz, 2015.
NEVES, R. J.; DINIZ, R. P.; OLIVEIRA, E. J. Productive potential of cassava plants (Manihot esculenta Crantz) propagated by leaf buds. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 90, n. 2, p. 1733-1747, 2018.
OGERO, K. O. et al. In vitro Micropropagation of Cassava Through Low Cost Tissue Culture. Asian Journal of Agricultural Science, v. 4, n. 3, p. 205-209, 2012.
R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. Vienna, Áustria, 2014.
SCHABARUM, D. E. et al. Sample Sufficiency for Mean Estimation of Productive Traits of Sunn Hemp. Journal of Agricultural Science, v. 10, n. 9, p. 209-216, 2018.
SCHONS, A. et al. Emissão de folhas e início de acumulação de amido em raízes de uma variedade de mandioca em função da época de plantio. Ciência Rural, v. 37, n. 6, p. 1586-1592, 2007.
SILVEIRA, H. M. et al. Características fotossintéticas de cultivares de mandioca tratadas com fluazifop-p-butyl e fomesafen. Revista Agroambiente, v. 6, n. 3, p. 222-227, 2012.
STORCK, L. et al. Experimentação Vegetal. 3. ed. Editora UFSM. Santa Maria: UFSM, 2011.
STRECK, N. A. Incorporating a chronology response into the prediction of leaf appearance rate in winter wheat. Annals of Botany, v. 92, n. 2, p. 181-190, 2003.
TOEBE, M. et al. Sample size for estimating mean and coefficient of variation in species of crotalarias. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v. 90, n. 2, p. 1705-1715, 2018.
TOEBE, M. et al. Tamanho de amostra para estimação da média e do coeficiente de variação em milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 49, n. 11, p. 860-871, 2014.

Most read articles by the same author(s)