Seed cassava cuttings production

alternative use of growing substrates

Authors

  • Luana Carvalhaes Coutinho Universidade de Cruz Alta
  • Juliane Nicolodi Camera rio grande do sul
  • André Schoffel Universidade Federal de Santa Maria
  • Diego Pascoal Golle Universidade de Cruz Alta
  • João Fernando Zamberlan Universidade de Cruz Alta
  • Theodoro Schneider Universidade de Cruz Alta
  • Carolina Cardoso Deuner Universidade de Passo Fundo
  • Jana Koefender Universidade de Cruz Alta
  • Péricles Delazeri

DOI:

https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss3.2213

Keywords:

Manihot esculenta Crantz, stem cutting, multiplication, substrate

Abstract

Este experimento foi realizado para melhorar a técnica de propagação rápida em diferentes substratos aplicados às culturas de mandioca, a fim de multiplicar genótipos tradicionais com base em características selecionadas. A primeira etapa do estudo foi realizada em setembro de 2016 em camas ao ar livre cobertas com plástico transparente. Foram testados quatro genótipos tradicionais de mandioca e uma cultivar de mandioca (Fepagro RS13). Medições das temperaturas do ar e do solo foram realizadas durante todo o experimento até que mais da metade dos adubos plantados foram germinados. As medições pararam quando a maioria das plântulas brotou. A segunda etapa do experimento foi realizada em novembro de 2016 (corte em diferentes substratos), quando as plantas apresentaram quatro folhas totalmente expandidas. Os brotos foram cortados e transplantados para recipientes individuais com quatro substratos diferentes (água, areia, solo e substrato comercial). Após o transplante, as mudas foram armazenadas em casa de vegetação, sob temperatura e irrigação controladas. Folhas, caule e raízes secas e massas frescas e o tamanho das três raízes mais longas por planta foram avaliados 40 dias após o início do experimento. As cultivares Fepagro RS13 e SJ13 se destacaram entre as variedades avaliadas, por apresentarem bom potencial para multiplicação rápida. Substratos comerciais podem ser uma alternativa para propagação rápida. porque eles apresentaram bom potencial para multiplicação rápida. Substratos comerciais podem ser uma alternativa para propagação rápida. porque eles apresentaram bom potencial para multiplicação rápida. Substratos comerciais podem ser uma alternativa para propagação rápida.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

References

Alves AAC (2006) Fisiologia da mandioca. In: EMBRAPA Mandioca e Fruticultura Tropical. Aspectos socioeconômicos e agronômicos da mandioca. Cruz das Almas, BA: EMBRAPA, p.138-169.
Caron BO, Souza VQ, Cantarelli EB, Manforn PA, Behling A & Eloy E (2010) Crescimento em viveiro de mudas de Schizolobium parahyba (vell.) S. F. Blake. Submetidas a níveis de sombreamento. Ciência Florestal, 20:683-689.
Costa E, Oliveira LCde, Santo TLdoE & Leal PAM (2012) Produção de mudas baruzeiro em diferentes ambientes e substratos protegidas. Engenharia Agrícola, 32:633-641.
El-Sharkawy MA (2004) Cassava biology and physiology. Plant Molecular Biology, 56:481-501.
Fachinello JC, Hoffmann A, Nachtgal JC, Kersten E & Fortes G Rde L (1994) Métodos de propagação vegetativa. In: Propagação de plantas frutíferas de clima temperado. Pelotas: UFPel, p.41-149.
Fermino MH, Gonçalves RS, Battistin A, Silveira JRP, Busnello AC & Trevisam M (2010) Aproveitamento dos resíduos da produção de conserva de palmito como substrato para plantas. Horticultura Brasileira, 28:282-286.
Garay CRE, Bogarin NBG & Oviedo VRS (2014) Producción de mudas de tomate en el sistema flotante. Investigación Agraria, 16:129-135.
García-Segovia P, Urbano-Ramos AM, Fiszman S & Martínez-Monz J (2016) Effects of processing conditions on the quality of vacuum fried cassava chips (Manihot esculenta Crantz). LWT – Food Science and Technology, 69:515-521.
Kämpf NA (2000) Produção comercial de plantas ornamentais. Guaíba: Agropecuária, 254 p.
Machado LC, Oliveira MLR, Geraldo A, Souza EJJ & Santos TA (2016) Digestibilidade de rações e valor de energia metabolizável da farinha das folhas da mandioca e do feno do terço superior da rama de mandioca com e sem tratamento alcoólico para codornas. Revista Agrogeoambiental, 8:111-117.
Oliveira MC de, Ribeiro JF, Rios MN & Resende ME (2001) Enraizamento de estacas para produção de mudas de espécies nativas de matas de galeria. Brasília, DF: Embrapa, p.4 (Recomendação técnica, 41).
Ribeiro MDNO, Carvalho SP, Pereira FJ & Castro EM (2012) Anatomia foliar de mandioca em função do potencial para tolerância a diferentes condições ambientais. Revista Ciência Agronômica, 43:354-361.
Rós-Golla RA, Silva CA & Narita N (2010) Influência do diâmetro da manivas stem cutting no desenvolvimento inicial de plantas de mandioca. Pesquisa & Tecnologia, 7:1.
Schons A, Streck NA, Storck L, Buriol GA, Zanon AJ, Pinheiro DG & Kraulich B (2009) Arranjos de plantas de mandioca e milho em cultivo solteiro e consorciado: crescimento, desenvolvimento e produtividade. Bragantia, 68:165-177.
Silva JGI, Santos MRdos, Sousa RM & Pereira NB (2012) Protocolo para propagação rápida de mandioca nas condições de Uruçuí–PI. Cadernos de Agroecologia, 6:2.
Silva MN, Cereda MP & Fiorini RA (2002) Multiplicação rápida de mandioca. In: Agricultura: Tuberosas Amiláceas Latino Americanas. Marney Pascoli Cereda, Coordenadora. São Paulo: Fundação Cargill, p.187-197.

Downloads

Published

2020-03-01
CITATION
DOI: 10.31686/ijier.vol8.iss3.2213

How to Cite

Carvalhaes Coutinho, L., Camera, J. N., Schoffel, A. ., Pascoal Golle, D. . ., Fernando Zamberlan, J. ., Schneider, T. ., Cardoso Deuner, C., Koefender, J. ., & Delazeri, P. . (2020). Seed cassava cuttings production: alternative use of growing substrates. International Journal for Innovation Education and Research, 8(3), 129–140. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss3.2213
Received 2020-02-05
Published 2020-03-01

Most read articles by the same author(s)