Characterization of Highly Weathered Soils

Authors

  • Gabriela Lozano Olivério a:1:{s:5:"en_US";s:73:"Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas - FCAT - Unesp - Dracena";}
  • Allan de Marcos Lapaz
  • Tatiane Paes dos Santos
  • José Guilherme Marques Chitero
  • Osmar Gabriel Trigo Marques de Oliveira
  • Evandro Pereira Prado
  • Maria Gabriela Fontanetti Rodrigues
  • Rafael Simões Tomaz
  • Reges Heinrichs
  • Alfredo Bonini Neto
  • Jhonatan Cabrera Piazentin
  • Carolina dos Santos Batista Bonini

DOI:

https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss2.2163

Keywords:

management, oxisols, soil physical attributes, ultisols

Abstract

Os solos brasileiros são classificados em 13 ordens, com base em suas características definidoras. Os latissolos e os ultissolos predominam, compreendendo mais de 50% de todo o território. Portanto, o objetivo deste trabalho foi estudar os principais atributos físicos do solo e o conteúdo de matéria orgânica para avaliar as atribuições e limitações de dois tipos de solos altamente intemperizados no extremo oeste de São Paulo. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, composto por dois tratamentos diferentes: Latossolo e Ultisol em três faixas de profundidade: 0,00-0,10, 0,10-0,20, 0,20-0,40 m, com 10 repetições. As análises foram realizadas em triplicado. Os seguintes atributos do solo foram avaliados: textura do solo, conteúdo de matéria orgânica, umidade volumétrica e gravimétrica, infiltração de água no solo, densidade do solo, porosidade do solo, distribuição e estabilidade dos agregados, resistência à penetração e umidade do solo. Os dados foram analisados ​​quanto à variância com o teste F, a p ≤ 0,05. Quando significativos, os parâmetros foram submetidos ao teste de Tukey (p <0,05). As propriedades físicas do solo mostram que os solos estudados estão em boas condições e dentro dos limites médios recomendados pela literatura estabelecida. Todos os atributos estudados estão relacionados à granulometria do solo e sua distribuição no perfil do solo.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

References

[1] H.G. Santos, P.K.T. Jacomine, L.H.C. Anjos, V.A. Oliveira, J.F. Lumbrearas, M.R. Coelho, J.A. Almeida, J.C.A. Filho, J.B. Oliveira, T.J.F. Cunha. 2018. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Embrapa. pp 531.
[2] I.F. Lepsch. 2011. 19 Lições de pedologia. São Paulo: Oficinas de Textos.
[3] J.B. Oliveira. 2011. Pedologia aplicada. (ed.4). p. 592.
[4] P.L. Freitas, J.C. Polidoro, H.G. Santos, R.B. Prado, S.B. Calderano, G. Gregoris, C.V. Manzatto, I. Dowich, A.C.C. Bernardi. 2014. Identificação e caracterização físico-química de Latossolos de textura arenosa e média da região Oeste da Bahia. Cadernos de Geociências 11:83-93.
[5] V.A Klein. 2014. Física do solo. (ed.3) Passo Fundo: UPF. pp. 263.
[6] W. Koeppen. 1948. Climatologia. México: Fundo de Cultura Econômica. pp 478.
[7] P.C. Teixeira, G.K. Donagemma, A. Fontana, W.G. Teixeira. 2017. Manual de Métodos de Análise de Solo. pp 574.
[8] L.F.C. Oliveira, C.G. Roque. 2016. Determinação da umidade do solo por micro-ondas e estufa em três texturas de um Latossolo Vermelho Amarelo do Cerrado. Revista de Agricultura Neotropical 3: 60-64.
[9] C. F. Souza, C. R. Silva, A. S. A. Júnior, E. F. Coelho. Monitoramento do teor de água no solo em tempo real com as técnicas de TDR e FDR. Irriga. Ed. especial, p. 26-42, 2016.
[10] K.M. Ribeiro, M.H. Castro, K.D. Ribeiro, P.L.T. Lima, L.H.P. Abreu, K.L.C. Barros. 2018. Estudo comparativo do método padrão da estuda e do método speedy na determinação do teor de água no solo. Brazilian Journal of Biosystems Engineering 12: 18-28.
[11] R. Zhang. 1997. Determination of soil sorptivity and hydraulic conductivity from the disk infiltrometer. Soil Science Society of American Journal 61: 1024-1030.
[12] V.S. Brandão, R.A. Cecílio, F.F. Pruski, D.D. Silva. 2012. Infiltração de Água do Solo. (ed.3), Editora UFV.
[13] D.A. Angers, G.R. Mehuys. 2000. Aggregate stability to water. In: Carter, MR. Soil sampling and methods of analysis. Canadian Society of Soil Science. pp 529-539.
[14] B.V. Raij, J.C. Andrade, H. Cantarella, J.A. Quaggio. 2001. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: IAC. pp. 284.
[15] R Core Team. R. 2018. A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria.
[16] L.N. Centeno, M.D.F. Guevara, S.T. Cecconello, R.O.D. Sousa, L.C. Timm. 2017. Textura do solo: Conceitos e aplicação em solos arenosos. Revista Brasileira de Engenharia e Sustentabilidade 4: 31-37.
[17] Y. He, L. Hou, H. Wang, K. Hu, B. Mcconkey. 2014. A modelling approach to evaluate the long-term effect of soil texture on spring wheat productivity under a rainfed condition. Scientific reports 4:5736-1546.
[18] R.R. Brito, H.G. Filho, J.C.C. Saad, V.Q. Ribeiro, S.R.M. Oliveira. 2015. Critérios de manejo na irrigação do feijoeiro em solo de textura arenosa. Irriga 20: 334-347.
[19] C.S.B. Bonini, M.C. Alves, R. Montanari. 2015. Recuperação da estrutura de um Latossolo vermelho degradado utilizando lodo de esgoto. Revista Brasileira de Ciências Agrárias 10: 34-42.
[20] J.T.A. Primo, T.G.F. Silva, S.M.S. Silva, M.S.B. Moura, L.S.B. Souza. 2015. Calibração de sondas capacitivas, funções físico-hídricas e variação do armazenamento de água em um argissolo cultivado com palma forrageira. Revista Ceres 62: 20-29.
[21] F.S. Costa, J.A. Albuquerque, C. Bayer, S.M.V. Fontoura, C. Wobeto. 2003. Propriedades físicas de um Latossolo Bruno afetadas pelos sistemas plantio direto e preparo convencional. Revista Brasileira de Ciência do Solo 27: 527-535.
[22] C. Klein, V.A. Klein. 2015. Estratégias para potencializar a retenção e disponibilidade de água no solo. Reget 19: 21-29.
[23] R.L. Marchão, L.C. Balbino, E.M. Silva, J.D.G. Santos Junior, M.A.C. Sá, L. Vilela, T. Becquer. 2007. Qualidade física de um Latossolo Vermelho sob sistemas de integração lavoura pecuária no Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira 42: 873-82.
[24] C.S.B. Bonini, M.C. Alves. 2012. Qualidade física de um latossolo vermelho em recuperação há dezessete anos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 16: 329-336.
[25] E.A. Rienzi, A.E. Maggi, M. Scroffa, V.C. Lopez, P. Cabanella. 2016. Autoregressive state spatial modeling of soil bulk density and organic carbon in fields under different tillage system. Soil and Tillage Research 159: 56-66.
[26] A. M. Lapaz, C.S.B. Bonini. G.L. Olivério, T.P. Santos, J.G. Chitero, R. Heinrichs, A.B. Neto. C.H.P. Yoshida, N.R. Costa, J.C. Piazentin. 2019. State of the Art: Soil Physical Attributes. Journal of Experimental Agriculture International. 39(5): 1-12.
[27] R.A.R. Padron, H.M.C.M. Nogueira, R.R. Cerquera, G.D. Albino, C.U. Nogueira. 2015. Caracterização físico-hídrica do solo argissolo amarelo para estabelecimento de projeto e manejo da irrigação. Acta Iguazu 4: 36-47.
[28] R.R.M. Ferreira, J. Tavares Filho, V.M. Ferreira. 2010. Efeitos de sistemas de manejos de pastagens nas propriedades físicas do solo. Semina: Ciências Agrárias 31: 913-932.
[29] E.J. Kiehl. 1979. Manual de edafologia: relação solo planta. Agronômica Ceres.
[30] A. Canarache. 1990. Generalized semi-empirical model estimating soil resistance to penetration. Soil and Tillage Research 16: 51-70.
[31] A.C. Bergamin, A.C.T. Vitorino, J.C. FranchinI, C.M.A. Souza, F.R. Souza. 2010. Compactação em um Latossolo Vermelho distroférrico e suas relações com o crescimento radicular do milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo 34: 681-691.

Downloads

Published

2020-02-01
CITATION
DOI: 10.31686/ijier.vol8.iss2.2163

How to Cite

Lozano Olivério, G., de Marcos Lapaz, A. ., Paes dos Santos, T. ., Guilherme Marques Chitero, J. ., Gabriel Trigo Marques de Oliveira, O. ., Pereira Prado, E. ., Gabriela Fontanetti Rodrigues, M. ., Simões Tomaz, R., Heinrichs, R. ., Bonini Neto, A., Cabrera Piazentin, J. ., & dos Santos Batista Bonini, C. . (2020). Characterization of Highly Weathered Soils. International Journal for Innovation Education and Research, 8(2), 08–17. https://doi.org/10.31686/ijier.vol8.iss2.2163
Received 2020-01-14
Published 2020-02-01

Most read articles by the same author(s)