Irregular Occupations and Environmental Impacts Caused by Fire of the Neighborhood of Educandos in the City of Manaus - Amazonas

Main Article Content

Lucivânia dos Santos Leal
Fabiana Rocha Pinto
Fernanda Sousa Martins Vilela
David Barbosa de Alencar
Gisele de Freitas Lopes

Abstract

The paper describes the data of an exploratory research conducted after a fire that occurred in a favela space in the described Educandos neighborhood, located in the South Zone, peripheral area of ​​Manaus. Educandos was formed over 100 years ago, when the first families began housing construction. At first glance, walking through the main streets of the neighborhood, there is no evidence of the irregular situation of the place, because masonry structures cover the stilt houses, installed near the Rio Negro bed, an area affected by the fire. Assuming that irregular occupation contributed to the cause of the fire, the study aimed to carry out the impacts caused by the fire. Tracing a qualitative and quantitative diagnosis of these impacts, it was observed through the Interaction Matrix that the impacts were negative in nature, 85% directly, has as local scale, irreversible for impacts to vegetation and social problems, high magnitude during the action of fire.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
dos Santos Leal, L., Rocha Pinto, F., Sousa Martins Vilela, F., Barbosa de Alencar, D., & de Freitas Lopes, G. (2019). Irregular Occupations and Environmental Impacts Caused by Fire of the Neighborhood of Educandos in the City of Manaus - Amazonas. International Journal for Innovation Education and Research, 7(11), 548-558. https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss11.1909
Section
Articles

References

[1] BRASIL. Lei nº 288; 28 de fevereiro de 1967. Altera as disposições da Lei nº 3.173, de 6 de junho de 1957, e regula a Zona Franca de Manaus. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del0288.htm. Acesso em 18 de setembro de 2019.
[2] ARAUJO, E. S. Desenvolvimento Urbano local: o caso da Zona Franca de Manaus. Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba, v.1, n.1, p. 33-42, jan-junho. 2009.
[3] ALVES, E.D., A.SOUZA, G.D.S Marra, R. (2011). Êxodo e sua contribuição à urbanização de 1950 a 2010. Revista de Política Agrícola (Embrapa). Ano XX n. 2, p. 80-88, abr-jun. 2011.
[4] SILVA, C.W; DIAS, J.S.; MAGALHÃES, R.C.M.: “Impactos socioambientais da ocupação de áreas urbanas: estudo de caso em uma comunidade no município de Brasil Novo PA, Revista Observatório de la Economia. Latinoamericana, Cuba, julho 2016. Disponível em http://www.eumed.net/cursecon/ecolat/br/16/impacto-ambiental.html. Acesso em: 28 de agosto de 2019.
[5] NOGUEIRA, A.C.F.; SANSON, F.; PESSOA, K. A expansão urbana e demográfica da Cidade de Manaus e seus impactos ambientais. . XIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Florianópolis, Brasil, v. 21, p. 26, 2007.
[6] BRASIL, INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Censo Demográfico 2010. Disponível em www.ibge.gov.br. Acesso em 18 de setembro de 2019.
[7] COSTA, R.C. Áreas de Risco: processos da natureza e produção da sociedade REVISTA GEONORTE, Edição Especial, V.4, N.4, p.89 – 104 2012.
[8] OLIVEIRA, W.N. Ocupações irregulares e impactos socioambientais na região Noroeste de Goiânia, 2012.
[9] EXAME, 2017. Incêndios em favelas atingem terrenos de maior valor em São Paulo. Disponível em: https://exame.abril.com.br/brasil/incendios-em-favelas-atingem-terrenos-de-maior-valor-em-sao-paulo/. Acesso em 05 de agosto de 2019.
[10] MIGUEL, R.V.; CAUDURO, F. Análise da Ocorrência de Incêndios entre 2015 e 2017 na Cidade de Criciúma - SC. UNESC- Universidade do Extremo Sul Catarinense – 2018/02.
[11] G1 - GLOBO, 2018. Prédio de 24 andares desaba após incêndio no Centro de SP. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/incendio-atinge-predio-no-centro-de-sp.ghtml. Acesso em 22 de setembro de 2019.
[12] G1 - GLOBO, 2018. Incêndio de educandos é o segundo maior da história do Amazonas, afirma Defesa Civil. Disponível em https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2018/12/18/incendio-no-educandos-e-o-segundo-maior-do-amazonas-afirma-defesa-civil.ghtm. Acesso em 22 de setembro de 2019.
[13] VEJA, 2018. Incêndio em Manaus foi o segundo maior do Estado do Amazonas. Disponível: https://veja.abril.com.br/brasil/incendio-em-manaus-foi-segundo-maior-do-estado-do-amazonas/. Acesso em: 30 de agosto de 2019.
[14] COELHO, M.C.N. Impactos ambientais em áreas urbanas – Teorias, Conceitos e Métodos de Pesquisa. In: GUERRA, A.J.T.; CUNHA, S.B.C. (Org.). Impactos ambientais urbanos no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 2009.
[15] OLIVEIRA, F.C.; MOURA, H.J.T. Uso das metodologias de avaliação de impacto ambiental em estudos realizados no Ceará. Revista Pretexto, v. 10 | n. 4 | p. 79-98 | out./dez 2009.
[16] BRASIL, Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional do Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA nº 001/86, de 23 de janeiro de 1986. In. Resoluções, 1986. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legislacao/CONAMA_RES_CONS_1986_001.pdf. Acesso em 22 de setembro de 2019.
[17] BITAR, O.Y. Avaliação da recuperação de áreas degradadas por mineração na RMSP. São Paulo, 1997. Tese Doutoramento, Departamento de Engenharia de Minas, Escola Politécnica, Universidade de São Paulo.
[18] CREMONEZ, Filipe Eliazar; CREMONEZ,Paulo André; FEROLDI, Michael; CAMARGO, MarielePasuch de; KLAJN,Felipe Fernandes; FEIDEN, Armin. Avaliação de impacto ambiental: metodologias aplicadas no Brasil. Rev. Monografias Ambientais – REMOA e Rev. Centro do Ciências Naturais e Exatas- UFSM.v.13, n.5, p.3821-3830, 2014.
[19] BOLZAN, J. S., DA SILVA, R. L. L., UCKER, F. E., & da Cunha Kemerich, P. D. Matriz de avaliação de impacto ambiental aplicada a triagem e transbordo de resíduos da construção civil. Rev. Disciplinarum Scientia| Naturais e Tecnológicas, v. 11, n. 1, p. 115-125, 2010.
[20] NISTA, Eduardo Fattore. Ocupação irregular do solo urbano-caso das habitações em encostas: causas e consequências. 2011.
[21] BARSANO, P. R., & BARBOSA, R. P. (2012). Meio Ambiente: guia prático e didático. Paulo Roberto Barsano, Rildo Pereira Barbosa. –1 ed. São Paulo: Érica.
[22] SALLES, M.C.T. GRIGIO, A.M.; SILVA, M.R.F; Expansão urbana e conflito ambiental: Uma descrição da problemática do município de Mossoró, RN – Brasil. Sociedade e Natureza, vol. 25, núm.2, maio-agosto 2013, pp.281-290, 2013.
[23] SANTOS, R.F dos. Planejamento ambiental: teoria e prática. 2 ed. São Paulo: Oficina dos textos. 184p. 2009
[24] MARTINS, V., Miranda, A.I. Carvalho, A., SCHAAP, M., & BORREGO, C. (2009). Impacto dos Incêndios Florestais na Qualidade do Sr em Portugal no Período 2003-2005. Silva Lusitana, 17 (2), 219-239.

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>