Evasion of Industrial Engineering students of FT/UFAM

Main Article Content

Jéssica Barbosa da Silva
Jonas Gomes da Silva

Abstract

The undergraduate degree in Industrial Engineering at the Faculty of Technology (FT) of the Federal University of Amazonas (UFAM) completed 15 years in the first semester of 2019. During this period, enrolled 837 students, of which 238 (28%) have already graduated, 335 (40 %) continue to study and 263 (32%) have left the course. Given this percentage of dropout and the need to research more about the topic, this article aims to investigate the main causes of abandonment in this course in order to propose strategies to minimize the problem. The method used was the Survey, which applied a five-part electronic questionnaire sent to 203 dropout students who had e-mail. After analyzing the answers of 39 (19.21%), it was concluded that most students did not receive vocational orientation before joining the University and the main reasons that influenced the students to quit the course were the didactic-pedagogical deficiency of the teachers, the difficulty in conciliating study and work, and the course did not satisfy their expectations.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
da Silva, J. B. ., & Gomes da Silva, J. (2019). Evasion of Industrial Engineering students of FT/UFAM. International Journal for Innovation Education and Research, 7(10), 551–564. https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss10.1802
Section
Articles
Author Biographies

Jéssica Barbosa da Silva, Federal University of Amazon (UFAM)

Dept. of Industrial Engineering, EUREKA Laboratory

Jonas Gomes da Silva, Federal University of Amazon (UFAM)

Im Associate professor at Industrial Engineering Department

CV: http://lattes.cnpq.br/4264092409766582

References

[1] AUGUSTIN, C. Dinâmica das Vagas, 2005. UERJ. Available at: . Accessed on May 15, 2019.
[2] AMARAL, J. B. Evasão discente no ensino superior: estudo de caso no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (Campus Sobral). 2013. 100 f. (Dissertação de Mestrado) Programa de pós-graduação em políticas públicas e gestão da educação superior da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza – UFC, 2013.
[3] BARDAGI, M. P. Evasão e comportamento vocacional de universitários: estudos sobre o desenvolvimento de carreira na graduação. Programas de Pós-graduação da CAPES. 2007. Available at: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/10762. Accessed on: 10 June 2019
[4] BATISTA, E; FALCO, J; FERREIRA, W; JR, E; PEREIRA, M. Evitando evasão em cursos de engenharia, um estudo de caso- Campo Grande, 2006.
[5] CISLAGHI, R. Balanced Scorecard em Instituições Públicas do Ensino Superior: benefícios, limitações e desafios. In: VI Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul, 2006, Blumenau.
[6] CAMPOS, J. D. S. Fatores explicativos para a evasão no ensino superior através da análise de sobrevivência: o caso da UFPE. 2016. 97f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.
[7] CATHO. O que faz um Engenheiro de Produção? Available at . Accessed on October 15, 2018.
[8] COLVERO, R. B.; JOVINO, D. P. Evasão acadêmica nas IES do Brasil: uma análise do ano de 2010. Revista Argentina de Educación Superior, v. 6, n. 8, p. 62-85, jun. 2014.
[9] FEITOSA, J. Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico para o campus de laranjeiras. Sergipe: São Cristóvão, 2016.
[10] GOMES, Maria José; MONTEIRO, Mariana; DAMASCENO, Anderson Medeiros; ALMEIDA, Tereza Jacy Silva; DE CARVALHO, Raquel Baroni. Evasão acadêmica no ensino superior: estudo na área da saúde. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde, v. 12, n. 1, p. 6-13, 2010.
[11] NEY, O. Sistemas de informação acadêmica para o controle da evasão. 2010. 145 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2010.
[12] OLIVEIRA, J. Prejuízos da evasão nos cursos de engenharia: um estudo de caso. SÃO PAULO 2016
[13] PINSONNEAULT, T; KRAEMER, K.L. Survey reseach in management information: an assessement. Jourmal of Management information System, 1993.
[14] QUERO BOLSA. 25 Universidades públicas com menor índice de abandono no Brasil. Available at . Accessed on October 10, 2018.
[15] SOUZA, T. Contribuições para a Construção de uma Teoria de Gestão Universitária. In: SILVEIRA, AMÉLIA; DOMINGUES, José Carvalho de Sousa (Coords). Reflexões sobre Administração Universitária e Ensino Superior. Edifurb: Blumenau 2010.
[16] STOFFEL, W. P. ZIZA, C. R. Evasão escolar em cursos superiores: Estudo comparativo entre os pedidos de trancamento e o aproveitamento escolar. In: Simpósio Pedagógico e Pesquisas em Comunicação. 9ª ed. Resende. Anais. Resende, 2014.
[17] SANTOS, Nicolas Victor Martins. JUNIOR, Muris Lage. RIBEIRO, Monica Luiz de Lima. Evasão no curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Goiás – Região Catalão. Fortaleza – Ceará. 2015.
[18] SILVA, N; JÚNIOR, M; CABELLO, A. Evasão Aparente entre engenharias sob a ótica da análise de redes sociais. Brasília, 2017.
[19] SILVA, R; MORAIS, A; COSTA, G. Fatores que podem interferir na evasão escolar em uma instituição de ensino superior privada. Revista CESUMAR, julho/dezembro. 2018, v. 23, n. 2, p. 205-228.
[20] SOUSA, T. Estudo sobre a evasão em cursos de graduação presenciais na Universidade Federal de Goiás. Goiás: Catalão, 2017.
[21] UFAM (2019). Projeto Pedagógico do Curso (PPC) do Curso de Engenharia de Produção. Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Federal do Amazonas, Manaus, Amazonas, 2019.
[22] YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.
[23] WEISE, A. Educação em engenharia de produção: um estudo bibliométrico dos anais do CONBREPRO, Paraná, 2015.

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 > >>