Process optimization of an emergency unit, using the quality tools, MASP and PDCA

Main Article Content

Jordan Victor Trindade
David Barbosa de Alencar
Alexandra Priscilla Tregue Costa
Antônio Estanislau Sanches

Abstract

Quality is one of the main points addressed in an organization, is a differential for its survival. In addition, it has a relevant importance when it comes to customer service and satisfaction. The present study started with the question of how to improve the quality of care provided to users in an emergency care unit. Through studies will be presented in this article internal processes related to hospital care, which will be used quality tools and through the MASP tool and through the PDCA cycle identified problems, through these tools will be suggested corrective and preventive actions.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Victor Trindade, J., Barbosa de Alencar, D., Tregue Costa, A. P., & Estanislau Sanches, A. (2019). Process optimization of an emergency unit, using the quality tools, MASP and PDCA. International Journal for Innovation Education and Research, 7(10), 174-187. https://doi.org/10.31686/ijier.vol7.iss10.1762
Section
Articles

References

[1] PIRES, José G. C. Aprendizagem Organizacional Através da Metodologia de Solução de Problemas – MASP. Revista de Administração da FATEA, v. 9 n. 9, p. 84-100, ago.-dez., 2014. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2017.
[2] CAMPOS, V. FALCONI, Gerenciamento da Rotina do Trabalho do Dia a Dia, 6ª ed., Belo Horizonte, Editora de Desenvolvimento Gerencial, 1994.
[3] TAVARES, GIEISON MARCOS. UTILIZAÇÃO DAS FERRAMENTAS BÁSICAS DA QUALIDADE COMO FORMA DE MINIMIZAR OS DESVIOS DE INSUMO NA EMPRESA JBS FOODS LAGES, SC 2015. REPOSITÓRIOS DE RELATÓRIOS-Engenharia de Produção, n. 2, 2015.
[4] SHIBA, Shoji; GRAHAM, Alan; WALDEN, David. TQM: quatro revoluções na gestão da qualidade. Bookman, 1997.
[5] DEMING, W. Edwards. Sample design in business research. John Wiley & Sons, 1990.
[6] QUANHONG, Li; CAILI, Fu. Application of response surface methodology for extraction optimization of germinant pumpkin seeds protein. Food chemistry, v. 92, n. 4, p. 701-706, 2005.
[7] AGUIAR, Silvio. Integração das ferramentas da qualidade ao PDCA e ao programa seis sigma. Belo Horizonte: Editora de Desenvolvimento Gerencial, 2002.
[8] MAICZUK, Jonas; JÚNIOR, Pedro Paulo Andrade. Aplicação de ferramentas de melhoria de qualidade e produtividade nos processos produtivos: um estudo de caso. Qualitas Revista Eletrônica, v. 14, n. 1, 2013.
[8] BRASSARD, Michael. Qualidade – Ferramentas Para Melhoria Contínua. São Paulo: Qualitymark, 2002.
[9] SALES, Matías. Diagrama de pareto. Recuperado el, v. 15, 2009.
[10] KAMADA, Sergio. A cadeia de ajuda para manter a estabilidade produtiva. Lean Institute Brasil–< ww. lean. org. br>–Acesso em, v. 7, 2013.
[11] CHIROLI, DAIANE MARIA DE GENARO; GIROTO, ANDRÉ VITOR ORTEGA; PAPPA, MARCIA FERNANDA. UTILIZAÇÃO DO CICLO PDCA ASSOCIADO AO DIAGRAMA DE ISHIKAWA COMO FERRAMENTAS DE GESTÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL. XVIII Simpósio de Engenharia de Produção: sustentabilidade na cadeia de suprimentos. São Paulo, p. 3, 2011.
[12] CHIAVENATO, Idalberto. Administração geral e pública. Elsevier Brasil, 2006.
[13] MILAN, Marcos; FERNANDES, Ricardo Alves Thomaz. Qualidade das operações de preparo de solo por controle estatístico de processo. Scientia Agrícola, v. 59, n. 2, p. 261-266, 2002.
[14] SAMOHYL, Robert Wayne. Controle estatístico de qualidade. Elsevier, 2009.
[15] COSTA, Antonio Fernando Branco; EPPRECHT, Eugenio Kahn; CARPINETTI, Luiz Cesar Ribeiro. Controle estatístico de qualidade. São Paulo: Atlas, 2005.
[16] LINS, Bernardo FE. Ferramentas básicas da qualidade. Ciência da Informação, v. 22, n. 2, 1993.
[17] PEINADO, Jurandir; GRAEML, Alexandre Reis. Administração da produção. Operações industriais e de serviços. Unicenp, 2007.
[18] CARPINETTI, Luiz Cesar Ribeiro Gestão da qualidade: Conceitos e Técnicas. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2012. (estratificação)
[19] LINS, Bernado Felipe Estellita. Ferramentas básicas da qualidade. Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (ibict), Brasília, p.153-161, 22 maio 1993.
[20] SILVA, Adelphino Teixeira da. Administração e controle. 10. ed. São Paulo: Atlas, 1997. 200 p.
[21] FILLMANN, Maria Carolina Frohlich. Inovação no processo de projeto do design de livro impresso: Insumos pelo design estratégico. 2013.
[22] FERREIRA, Beatrice Andrade. Proposta de Planejamento Estratégico de uma Biblioteca de uma Organização Semi-Estatal. Estudos em Ciências da Educação e Informação, v. 1, n. 1, p. 13-29, 2018.
[23] SANTOS, Anderson Salmo; MACÁRIO, Anderson Pereira. Melhoria de Processo no Tratamento de Zincagem a Quente.
[24] SILVA, Allan Krysthian Johnnier da et al. Ferramentas da qualidade aplicadas a gestão de estoque: estudo de caso em um centro universitário na cidade de Marechal Deodoro-AL. 2018.
[25] DE SOUZA, Cristiane Chaves et al. Classificação de risco em pronto-socorro: concordância entre um protocolo institucional brasileiro e Manchester. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 19, n. 1, p. 1-8, 2011.
[26] PINTO JÚNIOR, Domingos; SALGADO, Patrícia de Oliveira; CHIANCA, Tânia Couto Machado. Predictive validity of the Manchester Triage System: evaluation of outcomes of patients admitted to an emergency department. Revista latino-americana de enfermagem, v. 20, n. 6, p. 1041-1047, 2012.
[27] DINIZ, Aline Santos et al. Demanda clínica de uma unidade de pronto atendimento, segundo o protocolo de Manchester. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 16, n. 2, p. 312-20, 2014.
[28] CAMPOS, Gastäo Wagner de Souza. A saúde pública e a defesa da vida. In: A saúde pública e a defesa da vida. 1994.
[29] WERKEMA, Maria Cristina Catarino. As ferramentas da qualidade no gerenciamento de processos. In: As ferramentas da qualidade no gerenciamento de processos. 1995.
[30] HRISTOSKI, Ilija et al. Causality of Factors Reducing Competitiveness of e-Commerce Firms. Cataloging-In-Publication Data, p. 813, 2017.
[31] COOKE, Matthew W.; JINKS, Sarah. Does the Manchester triage system detect the critically ill?. Emergency Medicine Journal, v. 16, n. 3, p. 179-181, 1999.
[32] CAMPOS, Vicente Falconi. TQC: Controle da Qualidade Total (no estilo japonês). Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Engenharia, 1992.

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >>